Pastoral
Pastoral

pastoral

O Plano Institucional de Pastoral da Universidade (PdU) visa cumprir a missão particular do Centro Universitário Salesiano de São Paulo, UNISAL, de ser sinal e portador do amor de Deus aos jovens, especialmente aos mais pobres. Nascido do “coração da Igreja” e convicto da importância do seu serviço para que a Igreja continue a realizar a sua missão, o UNISAL compromete-se a difundir o Evangelho e uma concepção integral da pessoa humana e a ajudar “a comunidade universitária a exprimir sua identidade católica e a encarnar a fé em suas atividades cotidianas” (CONSTITUIÇÕES da Sociedade de S. Francisco de Sales, art. 2.) por meio da sua ação pastoral.

Embasada nos princípios católicos e salesianos, a Pastoral da Universidade do UNISAL caracteriza-se pela abertura ao diálogo e, por isso, é promotora da ação ecumênica, do diálogo interreligioso e do diálogo com os não-crentes, a fim de que os jovens estudantes cresçam como pessoas formadas integralmente, capazes de, no exercício da atividade profissional, construir um mundo mais justo, ético e solidário.

Nesse horizonte, a Pastoral da Universidade do UNISAL, em sintonia com a Igreja e com as Instituições Salesianas de Educação Superior (IUS), compromete-se em promover em todas as suas áreas e setores uma profunda experiência de valores e cultivo à vida, de serviço à comunidade e de abertura ao Transcendente.

A fim de articular e animar toda a comunidade acadêmica, numa perspectiva transversal, a Pastoral é gerida por um órgão executivo que, em sintonia com o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, exerce sua missão, a Pró-Reitoria de Pastoral.

OBJETIVOS

Objetivo geral:

Favorecer, segundo o carisma e a pedagogia salesiana – nos âmbitos do Ensino, da Pesquisa e da Extensão – a integração entre fé e vida por meio do anúncio e experiência da pessoa de Jesus Cristo, em prol do desenvolvimento integral da pessoa, em particular dos jovens estudantes.

Objetivos específicos:

  • garantir a presença e a missão da Igreja no UNISAL, por meio do anúncio do Evangelho e do humanismo cristão;
  • qualificar a presença salesiana e o modo salesiano de educar, como instâncias promotoras de vida, de descobertas, da construção da pessoa e do seu projeto de vida;
  • garantir a identidade e a missão salesiana em todos os setores do UNISAL, nos quais a pastoral adquire um caráter de transversalidade;
  • estar em comunhão com as Políticas das IUS e o PEPSI (Projeto Educativo Pastoral Salesiano Inspetorial) quanto às opções e deliberações para a educação no Ensino Superior;
  • garantir e atualizar a prática do Sistema Preventivo de Dom Bosco como proposta educativa e espiritual na comunidade educativo-pastoral;
  • favorecer a celebração dos momentos fortes da fé cristã católica e da espiritualidade salesiana para toda a comunidade educativo-pastoral;
  • propor a iniciação à vida cristã e seu aprofundamento mediante um itinerário específico para os que já aderiram à fé cristã católica;
  • desenvolver um trabalho de acompanhamento vocacional e animação missionária para aqueles jovens que manifestarem interesse;
  • oferecer formação cristão-salesiana e meios de sensibilização para a vivência da solidariedade que permitam a formação da consciência crítica, visando ao exercício da cidadania;
  • refletir e propagar a unidade e a comunhão entre as diversas expressões católicas, cristãs e religiosas presentes no UNISAL, com o fortalecimento do diálogo, da valorização da pluralidade, do respeito à alteridade e à liberdade de consciência;
  • promover o valor da dignidade da vida humana e a construção de uma sociedade sustentável, defensora da vida e do meio ambiente;
  • promover a participação e o protagonismo juvenil;
  • promover a sintonia entre a formação acadêmica e a humana, nas diversas ações educativas do UNISAL;
  • instigar, nas diversas atividades acadêmicas, a busca pela verdade, assim como o cultivo e a valorização da pessoa e das culturas;
  • fomentar no Ensino, na Pesquisa e na Extensão o diálogo entre fé, ciência e vida.

INSTRUMENTO OPERATIVO

Com base nas diretrizes do Projeto Educativo-Pastoral Salesiano, sustentadas pelos objetivos deste Plano, deve-se – no âmbito do Ensino, da Pesquisa e da Extensão – garantir as seguintes ações:

 

a) Dimensão da educação à fé

Para Gestores e Corpo Docente

Para o Corpo Discente

b) Dimensão educativo-cultural

Para Gestores

Para o Corpo Docente

Para o Corpo Discente

c) Dimensão da experiência associativa

Para Gestores e Corpo Docente

Para o Corpo Discente

d) Dimensão vocacional

Para Gestores e Corpo Docente

Para o Corpo Discente

AJS (MOVIMENTO JUVENIL SALESIANO)

O Movimento Juvenil Salesiano (MJS), que no Brasil foi assumido como Articulação da Juventude Salesiana (AJS), é constituído por jovens pertencentes a grupos e associações assistidos pela Pastoral Juvenil Salesiana. Por não ser uma associação, o MJS (AJS) abre-se às diversas experiências como serviço em favor da Igreja e dos jovens, segundo o carisma particular de Dom Bosco: no anúncio do Cristo ressuscitado e na prática dos valores salesianos.

Dois elementos caracterizam a identidade do MJS (AJS): 1) a espiritualidade juvenil salesiana e a pedagogia salesiana 2) e a ligação entre grupos e associações. Tais elementos cooperam, fundamentalmente, para a prática educativo-pastoral salesiana. Por isso, deve-se promover a comunhão dos jovens dos diversos grupos, associações e setores animados pela Espiritualidade Juvenil Salesiana, com o acompanhamento e orientação da Pastoral Juvenil Inspetorial. Os jovens animadores, líderes juvenis, surgem como personagens principais do MJS (AJS), testemunhas fiéis de Cristo no espírito de Dom Bosco.

Nesse horizonte, o MJS (AJS) deve promover: a educação e a evangelização; o associacionismo e a vida eclesial; o trabalho apostólico, pessoal e comunitário; a ação sociopolítica; a ação comunicativa. Alguns aspectos são fundamentais para a promoção das ações e funcionalidade do MJS (AJS), a saber: constituição das diversas equipes de coordenação local, nacional e internacional; participação nas diversas convocações locais (diocesanas), nacional e/ou mundial; representação junto às instituições civis; realização das reuniões e atividades de cada grupo; encontros juvenis inspetoriais, nacionais e internacionais; celebração litúrgica e festas salesianas.

As Equipes de Pastoral do UNISAL animarão os grupos que integram o MJS (AJS) e junto ao Delegado da Pastoral Juvenil Inspetorial, primeiro responsável pelo MJS (AJS), desenvolverão ações em âmbito inspetorial para que os grupos assistidos se encontrem e partilhem suas experiências de fé e vida.

EQUIPE

Ir. Vitor Aladic de Melo (ramal 9709)

Jéssica Vitória Barbosa

Robert Soares do Nascimento (ramais 9894/9805)

Telefone: (19) 3471-9700

E-mail: pastoral.americana@unisal.br

Pe. Rafael Galvão Barbosa

 Michel Silva Santos

Telefone: (19) 3744-6801 (PABX)

E-mail: pastoral.campinas@unisal.br

Ir. Eduardo Toledo de Melo

Kennedy Amorim de Souza

Marcela Andrade

Telefone: (12) 31592033 (ramal 278)

E-mail: pastoral.lorena@unisal.br

Pe. Tiago Eliomar Gonçalves de Morais

Daniele Fernanda da Costa

Telefone: (19) 3437-3877 (ramal 247)

E-mail: pastoral.piracicaba@unisal.br

Telefone: (11) 2971-6900 (ramal 161)

E-mail: pastoral.santa@unisal.br

material de apoio

Cartilha Online, fruto do trabalho da coletividade do UNISAL – 2016

Educar Hoje e Amanhã: Uma paixão que se renova – Instrumentum laboris – 2014

Educar para el dialogo intercultural em la Escuela Católica – 2013

As pessoas Consagradas e sua missão na Escola – 2002

Escola Católica no Limiar do Novo Milênio – 1997

Educação, Igreja e Sociedade – CNBB 1992

Ex Cord Ecclesiae – 1990

Exigências Éticas da Ordem Democrática – CNBB 1989

A Dimensão Religiosa na Escola Católica: Orientações para Reflexão e a Revisão – 1988

A Escola Católica – 1977

Gravissium Educationis – 1965