UNISAL Americana realiza Congresso Cidades Inteligentes
UNISAL Americana realiza Congresso Cidades Inteligentes
Evento aconteceu em parceria com a Prefeitura, Câmara Municipal e outras entidades públicas do Município de Americana.

Evento aconteceu em parceria com a Prefeitura, Câmara Municipal e outras entidades públicas do Município de Americana

Entre os dias 8 e 10 de novembro, o Centro Universitário Salesiano de São Paulo -UNISAL, Unidade Americana, realizou o Congresso Cidades Inteligentes “Construindo o futuro de Americana”. O evento contou com o apoio da Prefeitura e Câmara Municipal, Fórum de Inovação Ciência e Tecnologia de Americana, da Faculdade de Tecnologia (FATEC) de Americana e da Escola Técnica Estadual (ETEC) Polivalente de Americana e do INOVA CPS. O Congresso também fez parte da Semana de Arquitetura e Urbanismo e contou com a presença dos alunos deste curso.

Um dos principais objetivos do Congresso Cidades Inteligentes foi discutir caminhos e propostas para inserir a cidade de Americana no ecossistema das smart cities, uma cidade eficiente, conectada e sustentável. Por meio de inovações tecnológicas, os projetos dessas cidades buscam proporcionar um ambiente urbano que promova o desenvolvimento humano, use os recursos naturais de forma sustentável e impulsione a economia local.

O Congresso foi inspirado pelo Decreto Legislativo n. 962/2021, que criou o Fórum Permanente de Inovação da Cidade de Americana, do qual o UNISAL faz parte como representante do Ensino Superior e que fomenta, em seu artigo 2º, iniciativas que busquem “inserir o município de Americana no patamar das Cidades Inteligentes”.

Construindo o futuro de Americana

O primeiro dia do evento aconteceu na terça-feira, 8, na Câmara Municipal de Americana, com a participação da comunidade educativa e dos representantes do Poder Executivo.

Participaram da cerimônia de abertura Pe. Sérgio Augusto Baldin Júnior, Reitor do UNISAL, Professor Marcelo Scudeler, Diretor de Operações do UNISAL, Unidade Americana, o vereador Silvio Dourado (PL), idealizador do Fórum de Inovação, Ciência e Tecnologia da Câmara, Rafael de Barros, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Americana, o Dr. Sérgio Claro Buonamici, promotor de justiça de Americana, a vereadora Professora Juliana Soares (PT) e representantes de diversas instituições da cidade civil, estudantes universitários e população interessada no tema.

“A proposta desse congresso é plantar uma semente, desenvolver esse conceito em Americana e até mesmo, quem sabe, indicar alguns caminhos que podem ser traçados. A ideia, ao final destes três dias de atividades, é construir uma carta de intenções que pode servir como um direcionamento para os gestores do município”, comentou Marcelo Scudeler.

CONFIRA COMO FOI A ABERTURA DO EVENTO.

Cartografia e Mapa de Intenções

Dando sequência ao Congresso, na quarta-feira, 9, o evento aconteceu no campus Maria Auxiliadora, do UNISAL Americana. Cerca de 50 alunos do ensino médio da rede pública local participaram do workshop “Cartografia e mapa de intenções”, a partir da cartografia da cidade, em que apontaram necessidades e deficiências da vida cotidiana urbana. Os alunos estavam acompanhados de seus professores e dirigentes da Diretoria de Ensino. O trabalho foi mediado por alunas do curso de Arquitetura e Urbanismo, que coletaram os apontamentos.

Segundo a Professora Paula Braga, coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo, “o objetivo da atividade foi despertar a atenção dos estudantes para aspectos da cidade que fazem parte do seu dia a dia, permitindo, assim, que percebam o quanto o desenho da cidade impacta no seu cotidiano e levando-os a pensar em melhorias”.

Partindo de uma foto aérea da cidade, os alunos identificaram seus locais de moradia e os caminhos que fazem com mais frequência, para a escola e áreas de lazer, por exemplo. “A partir deste reconhecimento, eles foram convidados a pensar em questões tais como mobilidade urbana, conforto ambiental, acessibilidade, áreas verdes, identificando problemas, potencialidades e soluções”, citou a docente.

A aluna Ana Piconi, do 4º semestre de Arquitetura e Urbanismo, participou da atividade e descreveu suas impressões: “Foi uma experiência muito diferente de tudo que eu já tive como estudante de Arquitetura; é diferente de receber calouros do meu curso e apresentar as matérias”.

Segundo a aluna, foi agradável e divertido compartilhar as experiências dos alunos do ensino médio: “Alguns tinham senso de direção e localização melhor até do que os meus! Outros já falavam dos pontos negativos e de sentimentos sobre a cidade que eu mesma nunca havia pensado, foi super legal e espero poder participar de muitos outros”.

ASSISTA NA ÍNTEGRA COMO FOI O 2º DIA DO CONGRESSO

Carta de intenções para a cidade de Americana

O terceiro e último dia do evento foi dividido em dois momentos: na parte da tarde, aconteceu o encontro com representantes da sociedade civil e o Poder Público para a construção da carta de intenções para a cidade de Americana.

O momento foi mediado pelos professores Marcelo Scudeler e Paula Braga e contou com a participação de representantes dos Poderes Legislativo e Executivo, da Diretoria de Ensino, sociedade civil, membros da comunidade e professores do UNISAL. A partir dos relatos, foi elaborada a primeira minuta da carta com as principais ideias.

No encerramento do Congresso, houve a apresentação da carta de intenções; em seguida desta leitura, os participantes puderam comentar e dar sugestões, acolhidas e registradas para a última versão do documento, que oficialmente será publicado em 21 de novembro.

A carta de intenções é resultado de impressões, problemas e possibilidades de intervenção identificadas por representantes de diferentes setores e da sociedade civil. Os apontamentos feitos não contemplam todas as esferas a serem atendidas, para que a cidade de Americana possa ser classificada como uma Cidade Inteligente. Ela contribui com esse processo enquanto aponta caminhos, demandas e necessidades que, quando atendidas, poderão auxiliar nesse sentido”, encerrou a Professora Paula Braga.

LEIA AQUI A CARTA DE INTENÇÕES DO CONGRESSO CIDADES INTELIGENTES

Texto: Robert Nascimento, da Pastoral da Universidade de Americana

Fotos: Nara Maciel, Comunicação e Marketing de Americana.

COMPARTILHAR:

Veja MAIS

UNISAL realiza abertura oficial do 1º semestre acadêmico de 2023

Por que estudar NO UNISAL?

Faça disciplinas Optativas
No UNISAL, você pode estudar o conteúdo de qualquer outro curso para compor o seu currículo e ter uma formação mais personalizada. Destaque-se no mundo do trabalho sem qualquer custo adicional.

Coloque a mão na massa
Por meio de um projeto integrador, estude focando em questões práticas do mundo do trabalho. No UNISAL, você articula o percurso formativo com o seu projeto de vida.

Faça estágio
Receba o auxílio e a orientação do UNISAL ao buscar sua primeira experiência profissional. O apoio que você precisa para a inserção no mundo do trabalho e da globalização.

Desenvolva capacidade de decisão
No UNISAL, você é o protagonista do seu percurso formativo. Por meio do projeto integrador é possível desenvolver habilidades e capacidades que farão diferença na sua vida profissional e pessoal.

alto índice de empregabilidade

aprendizado por projetos

protagonismo do aluno

0
ALUNOS construíram
seu futuro aqui
0
COLABORADORES transformam alunos em protagonistas
0
CURSOS
oferecidos
0
ANOS ajudando alunos a construírem seu futuro