Unisal - Centro Universitário Salesiano de São Paulo Imprensa / Clipping

.Ana Flávia e Flávia Santos, estudantes do Curso de Administração do UNISAL, criaram algo que pode significar a autonomia de muitas pessoas afetadas pela doença de Alzheimer. Elas contaram com a ajuda do Centro de Empreendedorismo do UNISAL para desenvolver as primeiras etapas do projeto. As duas alunas,  Thiago Villela (do Centro de Empreendedorismo) e André Ramos (Professor de Psicologia), participaram de reportagem sobre o assunto na TV Aparecida:

https://youtu.be/HfUHcfuiOv8?t=84.

Comentários desativados em TV Aparecida: estudantes auxiliam portadores de Alzheimer


.

A Jornada de Produção Científica e Prática de Estágio de 2015 do UNISAL rendeu ao artigo “Teste de Impairment aplicado à frota de veículos de uma autoescola em Guaratinguetá (SP): uma análise quanto ao atendimento das normas contábeis e o uso gerencial de seus resultados” a publicação na Revista Brasileira de Contabilidade n.º 224 (março/abril 2017). Tem como objetivo, por exemplo, esclarecer a empresa sobre o real peso dos custos dos equipamentos, além de definir formas de apropriação mais adequadas desses custos.

O trabalho tem a coautoria do Professor Wagner Godoi e das autoras Elisângela Valéria de Castro Cassin e Ana Jéssica Rodrigues de Almeida Alves, Alunas do Curso de Ciências Contábeis do UNISAL, Unidade Lorena. “Cabe ressaltar que o artigo representa a expansão de trabalho originalmente apresentado na IV Jornada de Produção Científica e Prática de Estágio, na qual as nossas Alunas se empenharam muito e fizeram um ótimo trabalho”, revela Wagner.  Leia mais »

.

Comentários desativados em Revista Brasileira de Contabilidade (Artigo de Alunas e Professor de Ciências Contábeis)


.

“O documento da Base Nacional Comum Curricular entregue ao Conselho Nacional de Educação preserva e garante como pressupostos o respeito, abertura à pluralidade, a valorização da diversidade de indivíduos e grupos sociais, identidades, contra preconceito de origem, etnia, gênero, convicção religiosa ou de qualquer natureza e a promoção dos direitos humanos”.

A declaração está na página do governo federal da BNCC, com intuito de  esclarecer quaisquer dúvidas que as mudanças no modelo curricular da educação pública podem trazer. Ainda segundo a página, a BNCC estabelece competências a serem alcançadas para todos os alunos, que têm como foco as diretrizes das competências do século XXI.

A intenção das modificações no modelo de currículo é elevar a qualidade do ensino em todo o Brasil, indicando com clareza o que se espera que os estudantes aprendam na Educação Básica.

Professora Maria Cristina dos Santos Bernardes, Pedagoga e Psicóloga pelo UNISAL, tem experiência na área de Educação, com ênfase em gestão de escola pública e docência no Ensino Fundamenta. Atua na formação continuada de professores, na Gestão Democrática e no Projeto Político-pedagógico. Para ela a educação precisa dessa reforma, entretanto, precisa ser melhor discutida, para inserir professor e aluno no sistema de fato.  Leia mais »

.

Comentários desativados em Canção Nova Notícias (Educadores terão de se adaptar a BNCC – Prof.ª Maria C. Bernardes)


.A prática de guardar moedas em casa é comum, em função do baixo impacto financeiro que representa no orçamento familiar. Esse hábito levou o governo a lançar uma campanha para que essas moedas voltem a circular no mercado, pois elas já faltam em certos locais. Mas será que só isso explica e resolve a questão do sumiço das moedas? É o que explica a reportagem de Adilson Sabará e Tony Cursino. A matéria contou com nosso Ex-Aluno de Direito Vinicius Carneiro.

https://youtu.be/_hsmDf7yog0?t=4.

Comentários desativados em TV Canção Nova: ex-aluno conta como as moedas movimentam a economia


.

Por Diego Amaro

Não tive a oportunidade de conviver com este grande intelectual do Vale do Paraíba, mas sua ação era tão presente que é difícil imaginar que alguém não tenha pelo menos ouvido falar desse personagem ilustre e morador do Vale. Líder de uma geração de intelectuais, promotor de grandes feitos, um agitador cultural, um guardião da memória regional, um príncipe – mas acima de tudo, professor nato. Querido por seus alunos, tinha uma oratória incrível; raros eram aqueles que não estavam prontos a ouví-lo.

Quem o conheceu diz que o professor era um lord, uma pessoa de atitudes firmes e de uma educação aristocrática. O respeito ao outro e ao meio ambiente era-lhe algo tão próprio que provocava nos outros a vontade de trilhar o caminho por ele percorrido.

Ele costumava dizer “O Vale do Paraíba é meus país”. E de fato ele fez de sua região seu país. Sem dúvidas um nobre, principalmente nas posturas que promoveram e elevaram o Vale.

A história do Professor José Luiz Pasin é rica em fatos que se misturam com a história recente da nossa região, já que foi promotor de muitas mudanças importantes na preservação arquitetônica, ambiental, cultural e histórica do Vale do Paraíba.

foto pasin 2

O professor Pasin se formou em História e Geografia em 1962, na  Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena (hoje com o nome UNISAL). Desde o início deste processo mostrou-se um cidadão preocupado e contestador. Tal atitude nesta época era um perigo, pois o professor se envolvia em discussões sobre diversos problemas sociais brasileiros. Com o passar dos anos e a instalação de um novo regime de governo, essa postura acaba provocando sua prisão em 1970, por realizar atividades em prol da cultura Afro-brasileira. Uma das provas do ativismo deste mestre.

Na década de 1970 o professor, que era dono de um idealismo apaixonado, apoiou com outros apaixonados pelo Vale as instituições de utilidade pública que, de maneira intensa, promoveram debates, palestras, manifestos e outras ações a favor de causas relevantes à sociedade brasileira. Dentre todas as instituições fundadas em diferentes cidades do Vale do Paraíba, gostaria de destacar o IEV – Instituto de Estudos Valeparaibanos e o Museu Histórico Pedagógico e Arquivo Frei Galvão.

Em um tempo em que as pessoas não estavam tão preocupadas com a preservação, e no qual o pensamento ainda era pautado no desenvolvimento e não pela sustentabilidade, este mestre fez sua parte com tanta intensidade que fundou uma das primeiras reservas ambientais privadas do Brasil. A fazenda Boa Vista, de sua propriedade e localizada no município de Roseira-SP, tornou-se uma eferência. Hoje, no espaço recuperado por ele, funciona uma instituição de ensino superior, que continua a promover o estudo dessas áreas ambientais. No local, o professor Pasin também realizou um resgate histórico, preservando a senzala da fazenda.

Um aspecto da fala do Professor Pasin, que podemos analisar para termos uma ideia de suas crenças, é uma reportagem do jornal “A Semana” publicada em 1987, na qual ele descreve a si mesmo:

“Eu vejo o José Luiz Pasin como uma pessoa sensível, uma pessoa de formação humanista, aberta aos valores universais, um tanto preocupado com uma certa ordem nas coisas. Mas, sobretudo, o José Luiz Pasin é uma pessoa universal que está aberta às mudanças, aberto às novas ideias e acima de tudo uma pessoa preocupada com se identificar com a natureza. Eu cada vez mais procuro pautar a minha vida pelos valores da natureza. Eu vejo que a natureza é um grande laboratório, onde eu posso repensar meus valores.”

José Luiz Pasin provocou e agiu, sem medo do que as pessoas pensariam ou questionariam. Defendeu dia a dia aquilo em que acreditava e, conforme o tempo passava, provou que o caminho era possível. Foi um cidadão incansável, que acreditava em um Vale do Paraíba melhor: uma região sem fronteiras, que rompesse com costumes antiquados que impossibilitavam seu desenvolvimento, acima de tudo no aspecto cultural, e que respeitasse a natureza e o outro. Ele acreditava no potencial criador do jovem, e entendia que eles seriam responsáveis pela mudança que precisávamos.

FOTO PASIN

E assim como escutei deste intelectual, no lançamento do livro “A Casa Paulista”, de Thereza e Tom Maia: somos loucos, apaixonados… quem manteria uma casa no centro de uma cidade em desenvolvimento, não se rendendo às tentações do capital, simplesmente por esta casa ser um exemplar na nossa história? Eu respondo, somente os loucos, apaixonados que como eles acreditam na importância da cultura e da história.

Umas das coisas que mais percebo quando converso com os amigos do Pasin é a grande saudade que ele deixou, um vácuo na nossa cultura. Sua ausência provocou um vazio. Antes, diante de problemas sociais comuns, ele era a pessoa a quem se recorria em busca de orientação. Neste sentido vale destacar uma afirmação que o Prof. Pasin fez para o Jornal Valeparaibano em 1985: “O maior patrimônio que eu tenho feito na minha vida realmente são os meus amigos, acima inclusive dos meus amores. Porque eu tenho a consciência inclusive de que o amor é fugaz, passa, a amizade é uma forma de amor duradoura, porque é a mais autêntica que existe.”

Sabemos que uma biografia histórica ainda não seria suficiente para tratar da vida deste homem multicultural; ainda mais um breve texto. Porém, de certa forma quis deixar minha homenagem a este ícone, que foi um dos grandes motivos para escolher a faculdade que eu iria cursar. Escrevo também porque é sempre importante manter na memória este nobre, que podemos comparar aos grandes heróis por ter marcado uma geração de alunos, professores, estudiosos, curiosos. Tenho certeza que este é um nome que ainda será lembrado por muitas gerações.

diego amaro 20

Sobre o autor:

Diego Amaro é Mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2014), Licenciado em História pelo UNISAL – Centro Universitário Salesiano de São Paulo –(2009). Atualmente é Professor de Sociologia e de Políticas Públicas e Legislação Educacional do UNISAL Lorena (2014), Pesquisador do Portal valedoparaíba.com (2008), Assistente do CESAPER – Centro Salesiano de Pesquisas Regionais – Prof. José Luiz Pasin (2010) e Assistente da Coordenação do Curso de Licenciatura em História – UNISAL (2011)..

Comentários desativados em José Luiz Pasin – Um Ícone Valeparaibano


.

vanguarda-alunos
Alunos do UNISAL, Unidade Lorena, concederam entrevista ao Jornal Vanguarda. Eles mostram que vale a pena investir na pesquisa para conquistar sonhos e aprender. A reportagem foi exibida em 10 de abril de 2017, no Jornal Vanguarda.

 Confira a reportagem na íntegra!

 .

Comentários desativados em TV Vanguarda (Alunos e Professor falam sobre importância de Projetos de Iniciação Científica)


.

“Quanto mais se pratica a conduta, mais intenso e devastador será o sofrimento da vítima”, alerta professora / Foto: Arquivo – Canção Nova

Nesta sexta-feira, 7, celebra-se o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola, data instituída pela Lei n.º 13.277, de 29 de abril de 2016. A chamada “zuação” ou “chacota” em virtude de alguma característica que a pessoa tem acarreta em consequências psíquicas que podem gerar problemas físicos.

O bullying (do inglês bully = valentão, brigão) pode ocorrer tanto na família como no convívio social, mas é mais comum no ambiente escolar. Dados da PeNSE 2015 (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar) revelaram que 7,4% dos alunos afirmaram que na maior parte do tempo ou sempre se sentiram humilhados por provocações. 19,8% disseram já ter zombado de algum colega de escola e os principais motivos das provocações dos colegas foram a aparência do corpo (15,6%) e aparência do rosto (10,9%).

A prática se caracteriza por atos intencionais e repetidos de agressão e de intimidação contra alguém, causando na vítima humilhação e sentimento de impotência diante do agressor. O ambiente digital não fica de fora: divulgar imagens e comentários que denigram uma pessoa caracteriza o chamado “cyberbullying”, que tem um dano ainda mais grave por propagar-se nas redes sociais.

“Certamente uma brincadeira isolada, pontual ou de mau gosto, por si só não caracteriza o bullying, contudo, ser for reiterada, sistemática poderá conduzir ao bullying. Quanto mais se pratica a conduta, mais intenso e devastador será o sofrimento da vítima”, explica a professora Maria Aparecida Alkimin, pós-doutora em Democracia e Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra e uma das responsáveis por uma cartilha sobre bullying.

Assista: Adolescentes de Lorena (SP) apoiam lei de combate ao bullying.   Leia mais »

.

Comentários desativados em Portal Canção Nova (Bullying – Prof.ª Maria Aparecida Alkimin)


.


Fonte: Portal Agora Vale

O UNISAL Lorena promove no próximo dia 7 de abril a palestra com o tema “Terceirização e os reflexos no cotidiano do trabalhador brasileiro”. O evento é organizado por alunos e mestres do Curso Superior de Tecnologia em Recursos Humanos, às 19h, no Salão do Júri. Segundo os organizadores, a palestra tem por objetivo apresentar os reflexos no cotidiano do trabalhador brasileiro com o projeto de terceirização que o Presidente Michel Temer irá sancionar em breve. O texto foi aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados. 

A palestra será proferida pela Professora de Direito Maria Aparecida Alkimin, e é voltada aos alunos dos Cursos de Gestão em Recursos Humanos e de Administração e demais interessados. Mais informações podem ser obtidas no endereço: http://unisal.br/eventos/palestrarh-terceirizacao/.

.

Comentários desativados em Portal Agora Vale: curso de RH realiza palestra sobre terceirização


.O jornal TJ Aparecida ouviu o ex-aluno de Direito Paulo Tavares, para compreender porque existe um maior índice de confiança do Poder Judiciário em relação aos políticos. Confira: https://youtu.be/EjD_C9mdJX4?t=39.

Comentários desativados em TV Aparecida: confiabilidade dos políticos


.

O Prof. Dr. P. Luiz Alves de Lima, docente do Curso de Teologia do UNISAL – Centro Universitário Salesiano de São Paulo, Unidade São Paulo, Campus Pio XI, escreveu o artigo: “Páscoa, celebração da vida…, mais vida nova!” para a Revista Rogate (Revista de Animação Vocacional), na edição de abril de 2017. Confira a publicação abaixo. Leia mais »

.

Comentários desativados em Revista Rogate (Páscoa, celebração da vida…, mas vida nova! – P. Luiz Alves de Lima)


.

O curso de Tecnologia em Recursos Humanos do Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL, promoverá no próximo dia 07/04, na unidade de Lorena, uma palestra com o tema: “Terceirização e os reflexos no cotidiano do trabalhador brasileiro”, com a Prof.ª Dr.ª Maria Aparecida Alkimin, Pós-Doutora em Democracia e Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra e Coordenadora do Programa de Mestrado em Direito e Docente nos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação no UNISAL Lorena.

Voltado para os estudantes de RH e administração, a comunidade local também pode acompanhar a palestra, sem necessidade de inscrição prévia, para esclarecer suas dúvidas.

Palestra gratuita sobre terceirização

Unidade do evento: Lorena/São Joaquim
Rua Dom Bosco, 284 – Centro – Lorena/SP – 12600-100
Data e horário: 07/04 – 19h

Saiba mais.

Fonte: SEMESP

 

 

.

Comentários desativados em Portal SEMESP – Notícias (Curso de RH realiza palestra sobre terceirização)


.Crise financeira, desemprego, solidão e melancolia estão entre os elementos causadores de um mal que, infelizmente, leva milhões de brasileiros à depressão. Confira a reportagem de Flávia Pereira e Tony Cursino, que contou com a entrevista da ex-aluna do Curso de Psicologia, Ludovina Trombini.

https://noticias.cancaonova.com/brasil/milhoes-de-brasileiros-estao-com-depressao/.

Comentários desativados em TV Canção Nova: ex-aluna em entrevista sobre depressão


.Ao menos trezentos milhões de pessoas no mundo todo estão com depressão – é o que indica a Organização Mundial de Saúde. Desse total, menos da metade recebe o tratamento adequado, apesar de já existirem métodos eficientes. No Brasil, a depressão também afetou milhares de trabalhadores: em 2016, mais de 75 mil pessoas foram afastadas do trabalho em razão da enfermidade. Veja reportagem da TV Canção Nova sobre o tema, com a participação do ex-aluno do Curso de Psicologia Thiago Ribeiro Borges.

https://youtu.be/AahPHneAFqs.

Comentários desativados em TV Canção Nova: depressão afeta 75 mil trabalhadores em 2016


.Em 04 de abril de 2017, o  julgamento da chapa Dilma/Temer foi adiado por cinco dias, a pedido da defesa da ex-presidenta Dilma Rousseff. Confira o link ao vivo realizado pela TV Aparecida, do qual participou Marcos Edwagner, professor de Direito do UNISAL.

http://www.a12.com/tv-aparecida/multimidia/detalhes/tj-aparecida-julgamento-da-chapa-dilma-temer-e-adiado-entenda-04-de-abril-de-2017

 .

Comentários desativados em TV Aparecida: adiamento no julgamento da chapa Dilma/Temer


.

A Revista Ensino Superior traz a reportagem, na edição de março de 2017, “Desafio das barreiras culturais”, com entrevista do Coordenador do Centro de Empreendedorismo (CdE) do UNISAL, Unidade Lorena, Leandro Costa e do assistente Thiago Villela, em que abordam o trabalho, ações e projetos realizados no CdE.

Leia mais »

.

Comentários desativados em Revista Ensino Superior (Empreendedorismo: o desafio das barreiras culturais)


.

A Coordenadora dos Cursos de Pós-Graduação do UNISAL, Unidade Lorena, Fátima Medeiros e o Prof. Fábio Reis, concederam entrevista à Revista Ensino Superior, na edição de março de 2017, na reportagem A Era da economia colaborativa” e falou sobre o Consórcio STHEM Brasil (formado por 46 IES brasileiras e a LASPAU – Academic and Programs for the Americas, organização filiada à Universidade de Harvard, dos EUA).

Leia mais »

.

Comentários desativados em Revista Ensino Superior (Redes de Cooperação e Empreendedorismo)


.Como está o humor dos consumidores na hora das compras? Bom, uma pesquisa apontou que a disposição das pessoas não anda nada bem, podendo influenciar até no futuro da economia do país. A Reportagem de Flávia Pereira e Genilson Pacetti tem a entrevista com o Professor e economista, Humberto Felipe.

.

Comentários desativados em TV Canção Nova: humor do consumidor em relação à economia brasileira


.Aline Vieira, ex-aluna da Graduação, Pós-Graduação e atual Aluna do Mestrado em Direito, foi entrevistada pelo TJ Aparecida sobre o que muda para o trabalhador com a terceirização. Acesse o vídeo pelo YouTube ou pelo Portal A12.

https://youtu.be/jDvqR4FK4Sg?t=6

http://www.a12.com/tv-aparecida/multimidia/detalhes/tj-aparecida-especialista-em-direito-do-trabalho-explica-o-que-muda-com-a-terceirizacao.

Comentários desativados em TV Aparecida: direito do trabalhador com a terceirização


.O fim da imunidade tributária para templos religiosos entra em votação. Como ficam as obras sociais sinônimos de auxílio a uma parcela da sociedade? O CEDESP, obra social salesiana, em Lorena, e o Ex-Aluno e Professor do UNISAL, Paulo Tavares, conversaram com a reportagem da Tv Aparecida sobre este assunto.

 

Fonte: TV Aparecida

 .

Comentários desativados em Tv Aparecida, notícias (Obra social salesiana e Ex-Aluno participam de reportagem especial)


.O Professor e Ex-Aluno UNISAL, Diego Amaro, participou, neste mês de fevereiro de 2017, de dois momentos de entrevista na Tv Novo Tempo, de Pindamonhangaba. Em uma das participações ele falou de  educação e em outra falou da migração de alunos em escolas públicas.

Fonte: TV Novo Tempo.

Comentários desativados em Tv Novo Tempo, notícias (Professor fala de educação pública e privada)