UNISAL realiza Encontro de Gestores 2020

Publicado em: 16/01/2020

Gestores do Centro Universitário Salesianos de São Paulo – UNISAL, participaram nos dias 09 e 10 de janeiro, na Unidade Campinas, Campus Liceu Salesiano, do Encontro de Gestores 2020, balanço de 2019 e planejamento 2020 realizado anualmente antes da abertura do ano letivo.

Membros da Reitoria, das diretorias operacionais, coordenadores de cursos, gestores administrativos, representantes da equipe de Pastoral da Universidade (PdU) e outros setores de apoio administrativo de todas as Unidades, estiveram presentes durante os dois dias de reunião.

P. Justo Ernesto Piccinini

A abertura do Encontro foi realizada por P. Justo Ernesto Piccinini, Chanceler do UNISAL, que desejou um bom ano a todos e reafirmou a importância de enfrentar os desafios com otimismo. P. Luís Otávio Botasso, Presidente da Mantenedora, falou aos presentes com votos de grandes conquistas em 2020, destacando a responsabilidade e a cooperação para o bom desempenho das atividades propostas.

Em sua palavra inicial, o Reitor do UNISAL, P. Eduardo Capucho agradeceu a presença de todos e reforçou que o Encontro de 2020 é a continuação das ações propostas nos Encontros realizados em 2018 e 2019, com vista ao pleno desenvolvimento das propostas de melhorias que tiveram início há dois anos.

P. Luís Otávio Botasso

Ao longo da programação, as unidades apresentaram o relatório das ações executadas no ano de 2019 e seus resultados. Com a participação de todos, o Plano de Ação para 2020 foi elaborado, com metas e objetivos voltados para a manutenção da excelência de ensino do UNISAL, e foco no protagonismo do aluno.

Em grupos, os gestores se reuniram para discutir o plano de ação, tendo como base, o objetivo da instituição de desenvolver o protagonismo desde as pequenas ações e atividades propostas.

 “A cada ano que passa, o planejamento do UNISAL melhora, pois, a comunidade acadêmica trabalha sobre os mesmos objetivos tornando-os mais claros. Deste modo, as pessoas envolvidas assimilam e se tornam, paulatinamente, proprietárias do processo desenvolvido desde de janeiro de 2018”, finalizou P. Eduardo Capucho.