Laboratório de Metodologias Inovadoras do UNISAL é tema de conferência da Laspau – Harvard

A experiência do Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL – Unidade Lorena na aplicação de metodologias ativas de aprendizagem, como o Peer Instruction e o TBL (Team-based Learning) foi o assunto de uma conferência on-line promovida por Laspau – Harvard – e apresentada pelos professores Marcilene Bueno e Antonio Sávio, responsáveis pelo Laboratório de Metodologias Inovadoras (LMI).

A conferência teve duração de uma hora, das 14 às 15 horas, no dia 16/8, e foi realizada na plataforma de webinar (webconferência) de Laspau, instituto filiado à Universidade Harvard, EUA. A apresentação foi acompanhada por 136 pessoas inscritas.

Os dois professores ficaram muito satisfeitos com a conferência e com o interesse dos participantes, como relatam: “A experiência para nós foi ótima. Pensar sobre o que foi feito, avaliar e ter a chance de mostrar para todos os que se interessam por metodologias ativas. A oportunidade, na verdade, é o que mais nos motivou: relatar a experiência, responder perguntas, discutir. Avaliamos como muito positiva e recompensadora a experiência.”

Para o Diretor da Unidade, Fábio Reis, o convite de Laspau para que os professores apresentassem o LMI e as experiências realizadas é um reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido.

Os professores Marcilene e Antonio lembram que Laspau é um centro com grande interesse em provocar e divulgar iniciativas para melhores resultados na aprendizagem, incluindo a docência inovadora, na e para a América Latina.

A diretora de Laspau, Angélica Natera, que já se reuniu com os dois professores e visitou a Unidade Lorena duas vezes, tem reiterado que a experiência realizada pelo UNISAL, com o LMI é única na América Latina e precisa ser divulgada entre as instituições de ensino.

Em suas pesquisas sobre metodologias ativas, Antonio e Marcilene perceberam que há iniciativas de cunho teórico no Brasil, mas pouca prática. Eles explicam que no LMI procuram aliar a pesquisa à prática, realizando as aulas com as metodologias inovadoras, levantando dados não só sobre a melhora da aprendizagem dos alunos, mas sobre como os professores devem ser e proceder na docência inovadora.

Atividades do LMI

Neste semestre, professores da Unidade estão recebendo formação sobre o TBL. Em setembro, o LMI apresentará suas pesquisas, com artigos já aprovados, nos eventos EDUCERE e CONISE.

Em outubro, Marcilene e Antonio participarão de dois eventos: Congresso Brasileiro de Microbiologia, de 29/9 a 3/10, em Natal, onde farão apresentação da metodologia peer instruction; e Seminário de Inovação Acadêmica, 25 e 26, no UNISAL Lorena, oficinas sobre Peer Instruction e Team-based Learning.