Jovem haitiano se forma em Engenharia Civil no UNISAL

Publicado em: 10/02/2020

A conquista do aluno foi destaque em jornais da região

O Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL se alegra com as conquistas de cada um de seus alunos. Este ano, em especial, a formatura do jovem Guerlinx Doriscard, aluno do curso de Engenharia Civil do UNISAL, Unidade Americana, Campus Dom Bosco, foi um dos motivos para grandes comemorações. Confira os destaques no Jornal Americanense, O Liberal e Portal R7.

Dorisca, como é chamado entre os amigos, chegou ao Brasil em 2013, aos 21 anos, para fugir de uma crise política e humanitária que surgiu no Haiti após o terremoto que atingiu o país, em 2010.

Com uma bolsa de estudos do UNISAL, e muitos sonhos para conquistar, Guerlinx deu início aos seus estudos, com apoio de alunos, Direção, docentes e toda a comunidade acadêmica, mesmo sem conhecer a língua e a cultura.

“Consegui ingressar no curso de engenharia, tenho estudado o tijolo ecológico e, como sou empreendedor, elaborei um projeto para construir casas com uma economia de 30% no valor final”. O projeto conta com apoio técnico da Universidade. “O próximo passo é ensinar as pessoas a utilizarem, formar mão-de-obra, pois, esse tijolo não precisa de cimento”.

A formatura de Guerlinx e sua turma foi emocionante para todos os envolvidos. Além do curso de Engenharia Civil, o jovem haitiano fez um curso livre (extensão universitária) com foco no empreendedorismo. Ao longo de sua jornada acadêmica, tornou-se próximo do coordenador Flávio Rossi, que fala com muito orgulho do aluno.

“Como docente é uma hora ter acompanhado e contribuído para o desenvolvimento do protagonismo do Guerlinx. A sua busca pelo conhecimento é motivadora. Ele representa a garra e a competência do povo haitiano”.

Guerlinx tem compartilhado com todos a alegria de sua Graduação. O seu próximo objetivo é criar um canal no Youtube para motivar seus amigos haitianos a estudar, e já tem compartilhado nas redes sócias, pedindo que mais pessoas se inscrevam.

“Sempre acreditei que o estudo é a chave da oportunidade, e quero transmitir isso ao maior número de pessoas possível”, concluiu.