O QUE É O ENADE?

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é um dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). O Enade é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), segundo diretrizes estabelecidas pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes), órgão colegiado de coordenação e supervisão do Sinaes.

O Enade é componente curricular obrigatório aos cursos de graduação, conforme determina a Lei nº 10.861/2004. É aplicado periodicamente aos estudantes de todos os cursos de graduação, durante o primeiro (ingressantes) e último (concluintes) ano do curso. Será inscrita no histórico escolar do estudante somente a situação regular em relação a essa obrigação, atestada pela sua efetiva participação ou, quando for o caso, dispensa oficial pelo Ministério da Educação, na forma estabelecida em regulamento.

O Enade tem como objetivo o acompanhamento do processo de aprendizagem e do desempenho acadêmico dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares do respectivo curso de graduação. Seus resultados poderão produzir dados por instituição de educação superior, categoria administrativa, organização acadêmica, município, estado, região geográfica e Brasil. Assim, serão construídos referenciais que permitam a definição de ações voltadas à melhoria da qualidade dos cursos de graduação por parte de professores, técnicos, dirigentes e autoridades educacionais.

INFORMAÇÕES SOBRE A PROVA

24 de Novembro de 2019
13h30

Quem vai prestar o enade 2019?

Estudantes habilitados

Concluintes: Estudantes que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2020, assim como aqueles que tiverem concluído mais de 80% (oitenta por cento) da carga horária do currículo do curso.

Estudantes dispensados do Enade 2019

Cursos do UNISAL avaliados em 2019

DICAS PARA UM BOM DESEMPENHO NO ENADE

Antes da prova

Leia jornais e revistas porque os temas sociais e atuais têm predominado nas principais avaliações do país nos últimos anos. A leitura também ajuda a aumentar o vocabulário. Tire as dúvidas antecipadamente com os seus professores sobre as questões específicas do seu curso. Dúvidas na hora da prova só aumentam a ansiedade, o que será prejudicial nesse momento.

No dia do Exame

Procure controlar o tempo. Algumas questões você responderá normalmente em poucos segundos, sobrando tempo para as outras. Mas todo cuidado é pouco. Atenção para não gastar muito tempo em uma questão difícil, enquanto que o mesmo tempo poderia lhe garantir várias questões mais fáceis. Antes de passar as respostas para o gabarito, verifique se não esqueceu de resolver alguma questão. Há quem diga que reler a prova na hora de entregar as respostas gera muitas dúvidas e você poderá ser tentado a mudar algumas. Se achar MESMO que alguma resposta deva ser mudada, faça-o; entretanto se tiver dificuldade em se decidir por duas respostas não mude a que marcou da primeira vez. Preste muita atenção na hora de transcrever as respostas da prova para o gabarito. Erro nesse momento é desastroso. Inicie sua prova pelas questões discursivas, em seguida responda as objetivas.

Questões discursiva

Destine a essas questões um tempo maior, em relação às questões objetivas, pois terá melhor desempenho quem souber redigir e estruturar bem suas ideias. Para responder corretamente as questões discursivas, você deve:

Questões objetivas

Faça, primeiramente, as questões mais fáceis, aquelas que você sabe a resposta diretamente, sem muita conta ou muito que pensar. Evite perder tempo com questões que você julgar difícil. Deixe por último as questões objetivas que tenha dúvidas. Elimine de início as alternativas que se mostrem estranhas ao assunto enfocado. Busque as alternativas que apresentem maior coerência com o conteúdo cobrado.

Perguntas Frequentes

Conforme disposição do art. 5º, § 5º, da Lei nº. 10.861/2004, o Enade constitui-se componente curricular obrigatório, sendo inscrita no histórico escolar do estudante somente a situação regular com relação a essa obrigação. A situação de irregularidade do estudante junto ao Enade irá ocorrer quando o estudante:

  • Não comparecer ao Exame, e não obter dispensa oficial conforme referência normativa;
  • Não preencher o Questionário do Estudante;
  • Tiver o registro de participação indevida na prova.

A realização do Enade abrangerá a aplicação dos seguintes instrumentos:

  • Prova;
  • Questionário do Estudante;
  • Questionário de Percepção de Prova;
  • Questionário do Coordenador de Curso.

Estão habilitados ao Enade 2019 todos os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos vinculados às áreas avaliadas pelo Enade, sendo que somente os estudantes concluintes participarão da prova a ser aplicada em 24 de novembro de 2019.

Sim. A participação do estudante habilitado ao Enade é condição indispensável ao seu registro da regularidade no histórico escolar, assim como à expedição do diploma pela Instituição de Educação Superior (IES).

O estudante concluinte habilitado ao Enade 2019, que não realizar a prova, não poderá receber o seu diploma enquanto não regularizar a sua situação junto ao Enade, haja vista não ter concluído o respectivo curso de graduação.

A existência de irregularidade perante o Enade impossibilita a colação de grau do estudante, em decorrência da não conclusão do curso, por ausência de cumprimento de componente curricular obrigatório.

Sim. O Inep disponibilizará o Questionário do Estudante, de preenchimento obrigatório. O preenchimento é feito exclusivamente por meio do Sistema Enade. O estudante concluinte habilitado que não comparecer ao Exame e/ou não preencher o Questionário do Estudante ficará em situação irregular junto ao Enade.

A consulta individual ao local de prova e impressão do Cartão de Informação do Estudante será obrigatoriamente precedida pelo preenchimento do Questionário do Estudante.

Ação que os estudantes inscritos pela Instituição de Educação Superior (IES), para participarem do Enade 2019, deverão realizar, no período de 01 de julho a 21 de novembro de 2019, a fim de preencher o Questionário do Estudante e para solicitar, se necessário, o atendimento especializado e/ou específico, com prazo até o dia 13/09/2019.

Ficam dispensados da inscrição no Enade 2019:

I - Os estudantes dos cursos das áreas descritas no art. 1º que tiverem colado grau até o dia 31 de agosto de 2019;

II - Os estudantes que estiverem oficialmente matriculados e cursando atividades curriculares fora do Brasil, na data de realização do Enade 2019, em instituição conveniada com a IES de origem. A dispensa do Enade 2019 deverá ser devidamente registrada no histórico escolar do estudante

A prova é composta de 40 questões, sendo 10 questões da parte de formação geral e 30 da parte de formação específica da área, ambas contendo questões discursivas e de múltipla escolha que são especificadas da seguinte forma:

1. Componente de Formação Geral, 10 (dez) questões, sendo 02 (duas) discursivas e 8 (oito) de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudos de casos;

2. Componente específico de cada área de avaliação, 30 (trinta) questões, sendo 3 (três) discursivas e 27 (vinte e sete) de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudos de casos.

A prova de Formação Geral tem a concepção dos seus itens balizada pelos princípios dos Direitos Humanos, e as questões discursivas avaliam aspectos como clareza, coerência, coesão, estratégias argumentativas, utilização de vocabulário adequado e correção gramatical do texto.

1. Formação Geral (FG). Composta de 10 questões, sendo 8 de múltipla escolha e 2 discursivas = 25%

2. Componentes Específicos (CE). Composta de 30 questões, sendo 27 de múltipla escolha e 3 discursivas = 75%

No dia de realização do Exame, os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário oficial de Brasília (DF), sendo vedada a entrada do estudante após o fechamento dos portões.

Aos estudantes que participarão da prova recomenda-se a apresentação no local definido pelo Inep, às 12h (horário oficial de Brasília) do dia 24 de novembro de 2019, para localizar a sala, assinar a lista de presença e cumprir outras formalidades, munidos de documento oficial de identificação (com fotografia), e caneta esferográfica de tinta preta, feita em material transparente para responder tanto as questões objetivas quanto as discursivas. A prova terá início às 13h30mim (treze horas e 30 minutos) do horário oficial de Brasília e não será permitida a entrada no local da prova após esse horário. A lista de presença será disponibilizada apenas após uma (1h) hora do início da prova.