Direito UNISAL: formando alunos inovadores na prática

PROJETO INTERDISCIPLINAR- SUSTENTAÇÃO ORAL DIREITO UNISAL

A “Sustentação Oral nos Tribunais” é, sem dúvidas, uma das etapas mais importantes da carreira do advogado. Afinal, é por meio da oratória que o profissional do Direito consegue se expressar e até vencer nos tribunais.

E para propiciar essas e outras habilidades é que são ofertadas mais de mil horas de atividades extracurriculares –  que com as disciplinas, o contato com o professor e com os demais colegas de classe ajudam a formar integralmente o aluno que escolhe o curso do UNISAL. E entre as atividades em sala de aula, está o projeto interdisciplinar realizado com os alunos do sexto semestre na Disciplina de Prática Forense, já em sua quarta edição.  

A iniciativa, idealizada por um ex-aluno e atual Coordenador do curso, Bruno Creado, é desenvolvido durante um semestre inteiro. A supervisão e mediação são de responsabilidade da Prof.ª Zeima Satim –  e inovação é uma das marcas dessa docente, premiada pela Unicamp-SP em 2016, justamente pelo empenho na realização do projeto.

E como os alunos desenvolvem a habilidade da oratória e da sustentação oral?

O projeto tem início com a divisão das salas em grupos de alunos (Tese, Antítese e Corte) e áreas (Penal, Civil, Trabalhista, Constitucional, dentre outras). Em seguida,  passam à discussão e escolha dos temas e dos professores orientadores.

E qual a etapa seguinte?

Os alunos passam para a etapa de pesquisa e elaboração das teses, com a entrega de relatórios mensais, tudo sob orientação dos professores orientadores.

Como termina o projeto?

A finalização do projeto é a apresentação simulada da Sustentação Oral pelos alunos, no final do semestre. “É aí que o orgulho e a certeza surgem de forma mais aguçada, pois os alunos mostram com brilhantismo a defesa de suas teses e antíteses”, avaliam Bruno e Zeima.

A Corte, também formada por alunos, faz o julgamento da melhor oralidade com a presença de um convidado externo, que pode ser um ex-aluno, professor, advogado ou conciliador. E vale destacar que o curso de Direito tem em seu corpo docente mais de 90% de egressos, o que mostra a confiança na qualidade do conteúdo oferecido.

“O resultado é muito positivo e gratificante, pois os alunos realmente se envolvem no projeto e a devolutiva que temos desses grupos, ao final, é de satisfação e motivação”, revela Zeima.  

Ainda tem dúvidas sobre qual curso de Direito escolher? Escolha o que mais aprova nos Exames da Ordem dos Advogados do Brasil na Região do Vale. Venha para o UNISAL!