CUIDADOS PSICOLÓGICOS A CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM CONDIÇÃO DE VULNERABILIDADE

Campinas / Liceu Salesiano

  1. Duração do curso

    24h
    De 10/08/2019 a 28/09/2019

  2. Horário das aulas

    Sábados (quinzenal)
    das 8h às 12h

  3. Investimento

    R$ 150,00 à vista ou
    2x R$ 75,00

PROFESSOR RESPONSÁVEL

Maria Cristiane Nali

O cuidador-técnico que atua no contexto institucional de amparo à criança e adolescentes em condição de vulnerabilidade, depara-se com uma situação de desamparo/violência que requer um preparo e desenvolvimento constante de sua capacitação profissional. Reconhece-se a necessidade de prepara-lo tecnicamente para promover o amparo/suporte necessário às crianças e adolescentes que são recebidos nestas instituições. Tal preparo será realizado com recursos teóricos e técnicos a este grupo profissional em que poderá contribuir de maneira significativa, orientando sua prática, e consequentemente poderá colaborar para transformar a realidade de crianças e adolescentes que estão em diferentes momentos do processo de constituição de suas respectivas subjetividades.

OBJETIVOS

Proporcionar o conhecimento teórico sobre a constituição subjetiva e a importância do cuidado às crianças e adolescentes institucionalizados.Desenvolver habilidades no manejo de cuidadores-técnicos na atenção psicológica às crianças e adolescentes. Capacitar técnicos para melhor desenvolvimento de sua prática no trabalho na Rede de Proteção às crianças e adolescentes.


PRÉ-REQUISITOS E PÚBLICO ALVO

Profissionais técnicos ligados à Rede de proteção à criança e adolescentes e/ou interessados no tema. Alunos em graduação nos cursos Psicologia, Pedagogia e Serviço Social.


MÉTODO DE ENSINO

Aulas teóricas expositivas; Fragmentos de Filmes; Leitura de Textos e Livros que fundamentem a prática.


CONTEÚDO

Constituição subjetiva à luz da psicanálise.
As condições de vulnerabilidade e os efeitos na subjetividade no sujeito em constituição.
O processo da transição: infância-adolescência e a particularidade da condição de abrigamento.
As (im)possibilidades do trabalho em instituição e a participação na Rede.
A constituição subjetiva e a importância do cuidador.


Informações

INSCRIÇÕES
De 04/06/2019 a 27/07/2019