Com projeto do UNISAL, Escola Estadual recebe prêmio Sebrae de empreendedorismo

Publicado em: 16/09/2019

O Projeto “Aprender a Empreender” – oferecido aos alunos da Escola Estadual João XXIII, situada na cidade de Americana (SP), em parceria com o Centro Universitário Salesiano de São Paulo, UNISAL –  recebeu o Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora , no estado de São Paulo.

A escola agora tem uma certificação do Sebrae, e recebeu, ainda, dois livros e o direito a participar de uma palestra de empreendedorismo. A iniciativa ficou na segunda posição da categoria “Ensino Médio” na etapa estadual em São Paulo. Os melhores projetos são aqueles que não apenas demonstraram as características do comportamento empreendedor (CEE) no relato do caso, como também mostraram qualidades de liderança e desenvolvimento sustentável na análise de gestão.

“Nosso trabalho é voltado para Sucesso e Excelência Acadêmica de nossos alunos. Com este Prêmio temos a sensação de que, com o nosso esforço e dos alunos, recebemos a recompensa de um projeto bem desenvolvido e de impacto” afirmou Gilmara Canciani, diretora da Escola João XXIII, que está à frente do projeto com Kátia Valéria, vice-diretora, e Marilda Suzani Gonçalves, professora convidada.

Para o coordenador deste projeto de Extensão, professor Flávio Rossi, do UNISAL, as atividades desenvolvidas na Extensão Universitária trazem benefícios para todos os envolvidos. “Temos alunos do UNISAL envolvidos de maneira comprometida e eficiente. Alunos nossos já estudaram na escola João XXIII, e o retorno deles estimula os alunos atuais. A curva de aprendizado dos participantes cresceu rapidamente e a capacidade de entrega deles também. É uma semente que foi plantada e que começa a dar frutos”, afirma.

O projeto tem como objetivo ensinar todos os tópicos necessários para montar uma empresa, desde a criação do modelo de negócio até a precificação do produto ou serviço, passando por estratégias de marketing, gestão e finanças. Com isso, o projeto, desenvolvido por alunos do UNISAL, visa expandir a visão dos jovens, auxiliando em suas escolhas e projetos de vida no futuro.

A parceira no projeto, neste formato, iniciou-se no início de 2019, mas a ideia foi amadurecida a partir de 2013, quando a escola começou a oferecer disciplinas que abordavam o tema, com palestras de professores do UNISAL. Essa aproximação levou à proposta como disciplina eletiva, e foi muito bem aceita pelos alunos.

De acordo com Kátia Valéria, vice-diretora da Escola João XXIII, as colaborações do UNISAL impactaram positivamente no projeto, estimulando um aluno a montar um clube juvenil, além de incentivar a leitura de livros sobre empreendedorismo e de educação financeira. “A parceria com o UNISAL trouxe muitas novidades e um novo olhar para nosso projeto, pois, alguns alunos começaram a criar negócios, juntamente com seus familiares, e instigou outros tantos a criarem um plano de negócios, apresentando para empresários da região”.

Além de oferecer as aulas e contar com o trabalho voluntário de alunos, o UNISAL emite certificado de participação aos jovens, possibilitando incluir no currículo a qualificação, ampliando as chances na busca pelo primeiro emprego. “Esse certificado oferece aos alunos uma importante ajuda no currículo, pois, mesmo sem uma experiência prática profissional, podem apresentar aos empregadores a bagagem de conhecimento extra que possuem, oportunidade que muitos alunos de escolas públicas não têm.

Para Gilmara, Kátia e Marilda Suzani Gonçalves, esse Prêmio do Sebrae foi mais um importante passo do projeto “Aprender a Empreender”, e o começo de muitas outras conquistas que virão, principalmente para os alunos da escola. “Foi prazeroso vermos uma ex-aluna do João XXIII como voluntária na parceria. Isso tem um significado especial para quem está aqui, na escola. A parceria de instituições como o UNISAL na educação pública ajuda-nos a preparar os alunos tanto para a vida acadêmica, quanto para o mercado de trabalho”, concluíram.