Unisal - Centro Universitário Salesiano de São Paulo Imprensa / Clipping

15 out

Salto Alto na Engenharia

.

Quando se fala em Engenharia, você já deve pensar em capacete, uniforme rústico e um universo masculino. Mas o salto alto, a saia e a feminilidade têm feito parte desta profissão. Um estudo realizado pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) mostrou que a engenharia civil tem mudado seu perfil. Antes, era um curso predominantemente masculino, hoje atrai cada vez mais mulheres. Em algumas universidades, o sexo feminino já ocupa quase 50% das vagas. Dados do INEP/MEC, de 2011, mostram que o número de mulheres cursando engenharia cresceu 67,8% em 20 anos.  Além das alunas, tem-se observado o aumento crescente de mulheres ocupando cadeiras no corpo docente.

Estou na coordenação do Curso de Engenharia, sou mãe, filha e esposa ela e divido o tempo da rotina puxada da vida pessoal com a correria do universo acadêmico. Chamo esse desafio de superação. Creio que para todas as mulheres, independentemente da área, o grande desafio seja conciliar as atividades domésticas com o trabalho. Na Engenharia, por ser uma área, em sua maioria, masculina, o desafio é mostrar que você está ali para ocupar um cargo ou desenvolver um trabalho por merecimento, competência e conhecimento. 

O Brasil deveria formar, por ano, 60 mil engenheiros civis, mas só consegue atender metade desta demanda. Notícia positiva para quem procura estabilidade no mercado. No UNISAL sinto que sou valorizada e reconhecida pelo meu empenho. Temos um time na Engenharia, trabalhamos junto e em conjunto, nos ajudando e construindo um curso. Isso é muito motivador.

Para as mulheres  ainda  em dúvida sobre a profissão,  é necessário trilhar o caminho de acordo com o passo que você pode dar. E que em todos ambientes, as mulheres ainda terão de enfrentar um universo, predominantemente, masculino. Para aquelas mulheres que querem investir nesse ramo, lembrem-se: quando se faz aquilo de que gosta, os resultados são perceptíveis.

Renata Lúcia Cavalca Perrenoud Chagas – Atualmente coordena o Curso de Engenharia Civil do UNISAL Lorena e atua no Laboratório de Metologias Ativas (LMI).

 .

Comentários

0 Comentários

Os comentários estão fechados.

Leia Também