27 nov

G1 (Fuvest: 1ª fase do vestibular será aplicada a 6 mil no Vale do Paraíba)

.

Mais de 6 mil estudantes da região vão prestar o vestibular da Fuvest neste domingo (27), responsável por selecionar os alunos que ingressarão na Universidade de São Paulo (USP) no próximo ano letivo. No Vale do Paraíba, as provas serão aplicadas em São José dos CamposTaubaté e Lorena.

Nesta edição, o total de inscritos para a primeira fase do vestibular foi de 136.736 candidatos, que disputam 8.854 vagas oferecidas – o processo seletivo é considerado um dos mais disputados do país. Os portões serão fechados às 13h e o prazo máximo para a realização das provas é de cinco horas.

Na região, a cidade que recebe o maior número de vestibulandos é São José, com um total de 3.903 inscritos. Os alunos são distribuídos em três locais de prova: 1.092 na Universidade do Vale do Paraíba (Univap), 1.964 na Faculdade Bilac e 847 no Colégio Nossa Senhora Aparecida.

Os outros pontos de aplicação são a Universidade de Taubaté (Unitau), que receberá 1.040 estudantes, e o Centro Universitário Salesiano (Unisal), de Lorena, com a presença de 847 candidatos.

Nesta primeira fase, a prova contará com 90 questões de: português, matemática, física, química, biologia, história, geografia e inglês.

A redação não faz parte desta etapa e deve ser aplicada na segunda fase, que acontece entre 8 e 10 de janeiro de 2017. Informações para os candidatos, como a situação da inscrição, o local de prova e o cronograma do vestibular podem ser conferidos no site da Fuvest.

Dicas
Às vésperas da realização da prova, o principal conselho dos professores para os participantes do processo é que descansem. De acordo com o professor Márcio Figueiredo de Castro Júnior, os alunos precisam ter a compreensão de que a preparação para um grande vestibular é feita ao longo de todo o ano letivo.

“Todo esse trabalho [de preparação] já foi feito, o que fazemos agora é o refinamento, que é revisar os conteúdos para ele manter aquilo na cabeça e perceber o que ainda está falho. A ansiedade é natural e atinge todos os candidatos. Quanto mais estrategista e racional, mais vantagem ele tem”, explica.

Concorrência
De acordo com os organizadores da prova, o curso com a maior concorrência é o de Medicina em Ribeirão Preto, com mais de 75 candidatos por vaga. No Vale, as vagas mais disputadas são para Engenharia de Produção, com quase 20 inscritos por vaga. A USP de Lorena oferece ainda as engenharias ambiental, bioquímica, física, química, de materiais e de produção.

FONTE: G1

.

Comentários

0 Comentários

Os comentários estão fechados.

Leia Também