Alunos de Engenharia da Computação do UNISAL ganham prêmio HackEduCampinas

Publicado em: 12/11/2019
Equipe Purple Star: Gabriel, Felipe, Danilo, Bruno e Alexandre

Alunos do Centro Universitário Salesiano de São Paulo — UNISAL, que estão no 10º semestre de Engenharia da Computação, na Unidade Campinas, Campus São José, estão entre os vencedores do 3º Hackthon Campinas, cuja temática foi a educação.

O HackEduCampinas surgiu com a missão de projetar ferramentas inovadoras para o processo de ensino-aprendizagem, oferecendo aos alunos da Rede Municipal de Ensino de Campinas, uma nova experiência de como a tecnologia pode enriquecer e incentivar os estudos.

A equipe Purple Star, formada por Alexandre Pansan Junior, Bruno Cesar, Danilo Carvalho Gomes, Felipe Eduardo Duzzi e Gabriel Jacob Babler, conquistou a terceira colocação.

O evento, que foi realizado de 05/10 a 9/11, pela Secretaria Municipal de Educação de Campinas, tem o objetivo de impulsionar a transformação digital. A solenidade de premiação foi realizada em 09 de novembro, com entrega do prêmio aos vencedores. Outros alunos de Engenharia da Computação do UNISAL também participaram desta edição do HackEduCampinas, desenvolvendo projetos e propondo soluções tecnológicas para melhoria do ensino em Campinas.

 “Nossa solução foi desenvolver um sistema web para que os pais possam acompanhar a presença e notas dos filhos onde estudam. Além disso, é possível receber alertas da escola ou de professores, sobre eventos ou problemas. Usamos o algoritmo de machine learning, para dar estatísticas sobre evolução dos alunos, facilitando na detecção de pontos fora da curva (alunos de baixa performance ou acima do padrão) ”, explicou Felipe Duzzi, um dos integrantes.

De acordo com o Prof. Me. Sérgio Yoshioka, coordenador do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e de Engenharia de Computação no UNISAL, ao incentivar a participação dos alunos em competições de imersão e pesquisa, a instituição permite o desenvolvimento do protagonismo do aluno.

“Incentivamos a pesquisa, o trabalho em equipe e o envolvimento em projetos internos e externos, atividades e competições acadêmicas, como foi o caso do HackEduCampinas. Dessa forma, vemos nossos alunos conquistarem mais conhecimento, mais autonomia e segurança na profissão que escolheram. Estamos investindo em formação integral para nossos alunos como a busca de soluções para melhoria da sociedade desde o primeiro semestre dos cursos com os Projetos Integradores”, afirmou o Prof. Sérgio.

Para os alunos, o apoio do UNISAL se faz presente com a base necessária para que possam avançar, ou seja, as aulas das disciplinas de Lógica e Programação e de Gestão de Projetos. Além disso, foi por intermédio do coordenador do curso que os alunos tomaram conhecimento dessa edição do HackEdu Campinas, e puderam participar.

Eles pretendem participar de novos Hackathons, participando para ter maior desenvolvimento acadêmico e profissional, mantendo a proposta de ajudar pessoas com novas propostas de soluções, estudando para criar e aperfeiçoar ideias e projetos.

“Este ano ficamos bem qualificados por escolher como solução um problema persistente da educação pública de Campinas, que é a distância que os pais enfrentam em relação à vida escolar de seus filhos. Entretanto, não tivemos uma classificação ainda melhor porque não conseguimos cumprir o que foi proposto na ideia inicial e a plataforma não ficou completa para uso. E essa é nossa meta: nos superar cada vez mais”, concluiu Felipe, que respondeu em nome do grupo.