Aluno do UNISAL é convocado a participar de Conselho ligado ao poder Judiciário

Publicado em: 05/11/2019

Ronnaldh Oliveira, aluno do curso de Filosofia no Centro Universitário Salesiano — UNISAL, Unidade Lorena, foi convocado a fazer parte do chamado “Conselho da Comunidade”, em Fórum realizado na cidade de Lorena, em 18 de outubro de 2019. Ronnaldh é pós-noviço e um dos criadores da Rádio Dom, e sua participação no órgão se dará com a contribuição preventiva salesiana.

O Conselho é um dos órgãos da Execução Penal, regulado pela Lei 7.210, de 11/07/1984 – Lei de Execução Penal – e representa a real possibilidade de intervir nas relações sociais dentro e fora da prisão, trazendo à tona a necessidade de modificar o modelo de convivência individualizador, promovendo a aproximação da comunidade com a prisão e da prisão com a comunidade, além de favorecer o desvelamento e o enfrentamento de esquemas que originam e reforçam a criminalidade, que se encontram no seio da própria sociedade.

A iniciativa na cidade é do Dr. Daniel Otero, juiz responsável pela Comarca, contando com o auxílio do Dr. Luiz Cardoso, Desembargador. É um órgão de confiança do juiz que escolhe seus membros a partir de suas necessidades, demandas e consciência.

Diante do trabalho que realiza nas medidas socioeducativas em meio aberto e internação na cidade, o alunos salesiano Ronnaldh Oliveira foi convocado pelo juiz para que faça parte do conselho. Além de atender e acompanhar mais de perto os jovens apenados, o aluno do UNISAL, junto aos demais membros, proporcionará aos egressos a partir do Sistema Preventivo, a sua volta integral à sociedade.

Vale ressaltar que os trabalhos nas prisões acontecem desde o nascimento da congregação salesiana. “Dom Bosco visitou as prisões inicialmente com padre Cafasso, seu diretor espiritual, mas depois de sua morte continuou essa obra de misericórdia. Nossa Congregação nasce dentro das penitenciárias. Nosso Pai e Mestre ao ver os jovens naquela situação, quer pensar uma forma de fazer com que eles não cheguem até essa instituição. Desenvolve os oratórios para receber esse público mais vulnerável. Muitos dos jovens que saiam das prisões iam procurar Dom Bosco, pois tinham nele um referencial de paternidade e de oportunidade de mudar de vida”, ressalta Ronnaldh, que na foto aparece de calça jeans e camisa social.

“Estar no cárcere é voltar a nossa gênese, é olhar para esse menino, para esse ser humano e dizer que ele tem jeito, que tem potencialidades e que o ato infracional não o resume. Que pode contar conosco nessa empreitada livre de ser diferente e de voltar a ter vida em abundância”, conclui o aluno Ronnaldh.

Ainda em Curitiba, Ronnaldh utilizou a linguagem radiofônica para desenvolver oficinas com jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. A iniciativa contribuiu para o surgimento da Rádio SDB Brasil, que passou a chamar-se Rádio Dom e é administrada pela Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, São Paulo.

A Rede Salesiana Brasil de Ação Social monitora diversas medidas socioeducativas, acompanhando diversos apenados. Padre Agnaldo Soares Lima, da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, é referência no assunto junto a sociedade civil, poder executivo e judiciário.