Aluna do “Desafio Enem” do UNISAL conquista nota 840 na redação, acima da média nacional

Publicado em: 03/09/2021
Foto de 2019, antes da pandemia de Covid-19.

O projeto oferece aulas gratuitas para alunos do Ensino Médio de escolas públicas. Sabrina não acreditava que conseguiria uma nota tão alta e se diz mais animada para persistir nos estudos.

O Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL, Unidade Campinas, Campi Liceu Salesiano e São José, realiza um projeto que leva o nome de Curso Preparatório Desafio Enem. A iniciativa é uma parceria da instituição de ensino com o Colégio Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora e a Escola Salesiana São José.

Sabrina Furquim Alves (16), está na 2ª série do Ensino Médio e participou da edição do Desafio Enem, quando estava na 1ª série do Ensino Médio. A partir das aulas no projeto, conquistou a nota 840 na redação, uma alegria para quem, até pouco tempo, estudava por conta, em casa.

Sabrina está no Ensino Médio e conquistou nota 840 no Enem, mesmo como treineira.

“Eu nunca tinha estudado em específico para o Enem, mas sim os conteúdos da escola. Eu prestei o Enem como treineira e achei que tinha zerado a redação, mas quando eu vi a nota, fiquei super feliz e isso me deu mais ânimo para continuar estudando”, se alegrou.

O projeto é destinado a alunos do primeiro ao terceiro ano do Ensino Médio de escolas públicas, previamente selecionadas, e tem o objetivo de aperfeiçoar o conhecimento dos estudantes nas quatro áreas de conhecimentos que são contempladas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este apoio tem permitido que os jovens tenham boas oportunidades de aprovação em universidades públicas e particulares do país.

De acordo com Profa. Sonia Santos, professora de Redação e colaboradora do Desafio Enem, a média nacional de redação no Enem em 2020 foi de 588,74. Isso mostra a grande conquista da jovem Sabrina, que vê nesta oportunidade de estudar, novas possibilidades para acreditar em seus sonhos, como viajar o mundo, conhecer pessoas e novas culturas.

 “A Sabrina conseguiu 840 pontos e, com isso, ficou com mais de 250 pontos acima da média nacional. Uma coisa a destacar é que a média de redação foi a mais alta entre as disciplinas. Além disso, mais um ponto de mérito para nossa aluna é que ela ainda estava no 1º Ano do Ensino Médio, quando normalmente os alunos ainda não praticaram muito o gênero dissertação na escola, seja ela pública ou particular”, explicou Sonia.

A professora destaca, ainda, que preparar-se para a prova de redação do Enem envolve algumas fases essenciais:  primeiro compreender os aspectos estruturais do texto dissertativo argumentativo; depois, construir um repertório, através de leituras de fontes diversas, além de, é claro de praticar, praticar e praticar.

Para estar bem preparado, o vestibulando precisa se manter atualizado sobre o que acontece no mundo, principalmente, em nosso país. Além disso, na hora de produzir o texto da redação, durante os estudos, é preciso estabelecer um horário máximo de tempo, entre 1 hora e meia, e simular essa produção como se estivesse fazendo a prova do Enem.

“Eu brinco com meus alunos, que quando aparece uma redação muito boa e, ao perguntar o tempo, o sujeito diz 4 dias, digo que isso não condiz com a realidade, pois, a pressão na hora da prova precisa ser considerada”, conta Sonia.

Protagonismo para conquistar mais

Sabrina acompanhou as aulas do Desafio Enem de maneira remota por causa da pandemia. Embora as limitações fossem um desafio, ela garante que foi possível aproveitar.

“Nas aulas remotas dá a impressão de que não estamos alcançando resultado, mas quando vi minha conquista, me animei e tive vontade de continuar. Para mim, as motivações externas são importantes para conquistar meu sonho e, ter uma nota 840, me deixou super motivada para prosseguir”, conta.

A Profa. Sonia afirmou, também, que o Desafio Enem mostra para os estudantes que eles podem conquistar uma boa nota do Enem, e isso incentiva a desenvolverem seus potenciais e despertar essa vontade de tentar.

“Gosto muito do projeto porque ele é acolhedor, tanto para alunos, quanto para professores. O Desafio Enem é organizado e tem uma equipe muito capacitada, além disso, é descontraído. Acho fantástica a iniciativa e, com certeza, amo dar aulas nesse projeto”, declarou a professora.

A futura Psicóloga, profissão que já escolheu seguir, deixa um recado para todos os adolescentes do Desafio Enem, “aproveitem essa oportunidade, porque o projeto oferece muito mais do que aulas. Graça a eles eu pude fazer uma orientação profissional que me fez chegar ao meu curso escolhido e me dar um foco. Saber aproveitar todo o apoio e incentivo é uma escolha inteligente e é agir com protagonismo, como os Salesianos tanto ensinam”, concluiu Sabrina.