Teoria e Prática: Obra da Tamoios recebe visita de Alunos da Engenharia Civil do UNISAL

 Alunos conhecem compromisso ambiental aliado à engenharia

Foto: Rodovia dos Tamoios (divulgação)Foto: Concessionária Rodovia dos Tamoios (divulgação)

Trajados de capacete, colete e muita inspiração, os Alunos do Curso de Engenharia Civil do UNISAL, Unidade Lorena, visitaram o trecho de obras na rodovia dos Tamoios, que liga do Vale do Paraíba ao Litoral Norte.

A atividade foi realizada em 25 de março, mas somente agora foi divulgada no Portal da Concessionária que administra a Rodovia. Confira AQUI.

A Coordenadora do Curso de Engenharia Civil do UNISAL, Professora Doutora Mariana Motta e os estudantes Igor de Abreu e Karina Ramos foram acompanhados pelo engenheiro da Concessionária Tamoios, Mathias Loch, ao longo da visita técnica.

Foto; Concessionária da Rodovia dos Tamoios (divulgação)

Foto: Concessionária da Rodovia dos Tamoios 

A verdadeira aula a céu aberto foi realizada no km 73 da rodovia. “Os estudantes puderam coletar amostras do solo em um dos taludes com escorregamento e, em seguida, fizeram ensaios de caracterização e estabilidade de taludes”, revela a reportagem.

Durante a visita, os alunos conheceram informações sobre o local, como perfil topográfico, data de escorregamento e dados pluviométricos.

Os procedimentos técnicos da engenharia vivenciados na prática vão servir de informações para os futuros engenheiros desenvolverem seus TCCs (Trabalho de Conclusão de Curso).

Foto: Concessionária da Rodovia dos Tamoios (divulgação)

Foto: Concessionária da Rodovia dos Tamoios

Iniciadas em dezembro de 2015, as obras de duplicação do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios atingiram a marca de 51,13% de conclusão, em 2019. A Concessionária Tamoios executa o projeto, que tem previsão de seis anos de duração. Para realização destes investimentos será aplicada a quantia de R$ 4,5 bilhões.

Aos alunos do UNISAL coube o desafio de visitar a grande construção em um dos acessos mais visitados por turistas do prazer inteiro. Um verdadeiro palco de aprendizado sobre como aliar desafio ambiental à engenharia.

Segundo a Concessionária, pelo fato de a implantação da nova pista ter 85% de sua área de execução dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, foram priorizados viadutos, túneis e pontes, totalizando mais de 12 quilômetros, tendo, inclusive um dos túneis com 5,55 quilômetros ininterruptos, o maior do Brasil. A empresa admite que tais projetos representam 72% do total da obra e preservam ao máximo a Mata Atlântica e a diversidade ecológica da região.