Parque Ecológico do Taboão de Lorena ganha incentivo de preservação com a criação de comissão de estudo e pesquisa

Grupo se reúne para formalizar propostas

 reunião UNISAL TABOÃO 21-02-18 (3)

Em reunião realizada neste dia 21 de fevereiro de 2018 no UNISAL Lorena, a Prefeitura Municipal de Lorena, por meio das Secretarias de Meio Ambiente e Educação, UNISAL, UNIFatea, USP, DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica),   AGEVAP (Agência da Bacia do Rio Paraíba do Sul), Movimento Nascentes do Paraíba, CETAS (Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) – Ibama) formularam propostas para a preservação do Parque Ecológico do Taboão de Lorena.

Na oportunidade, foram apresentados alguns projetos como a  chamada Sala Verde (espaço para encontros de visitantes e da rede de ensino) e o processo de Recuperação de sete nascentes do parque, por meio de diversas ações, dentre elas o plantio de árvores, com tem tempo previsto de realização de 40 meses. Para isso, conta com recursos do FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos – do Estado de São Paulo).

reunião UNISAL TABOÃO 21-02-18 (62)

Professor Jorge Gomes (UNISAL) durante reunião

Os trabalhos são presididos pelo secretário de Meio Ambiente de Lorena, Willinilton Portugal. A comissão de pesquisa do Parque do Taboão é comandada pela Professora e Colaboradora UNISAL, a advogada Fábia Maruco. Por parte do UNISAL, outros Setores e Cursos também estão envolvidos nos trabalhos.

As instituições envolvidas irão trabalhar em conjunto nos  grupos de trabalho para colocar em prática no Parque do Taboão projetos dentro de eixos, tais como, Administração e Educação Ambiental, por exemplo.

reunião UNISAL TABOÃO 21-02-18 (38)

O Parque Ecológico do Taboão foi inaugurado em 2016, com mais de 80 hectares de uma área de proteção, preservação ambiental, lazer e disseminação da cultura regional, está localizado no bairro Santa Lucrécia. Localiza-se na microbacia do Ribeirão do Taboão, em área de recarga hídrico e abastecimento de afluente do Rio Paraíba do Sul. É aberto ao público.

Saiba mais aqui.

O encontro também serviu para definir temas importantes a serem elaborados dentro de um projeto de regulamentação do Parque. “A intenção não é proibir atividades dentro do parque, mas sim regulamentá-las com a intenção de proteger o espaço e oferecer lazer e bem estar ao público que lá visita”, informou Portugal.

 reunião UNISAL TABOÃO 21-02-18 (65)

O grupo espera que  o projeto atenda a uma demanda da Bacia Hidrográfica, que é a recuperação de nascentes, além, é claro, de trazer a público toda a importância da preservação do meio ambiente.

 Neste momento, a equipe assume o desafio de sistematizar todas as propostas enviadas pelos grupos participantes sobre as ações que estão previstas dentro do parque. Os trabalhos também irão contar com parceria de Alunos das instituições de ensino superior, envolvidas e da rede pública de ensino, empresas e outros representantes da sociedade civil.

Na reunião junto ao Secretário do Meio Ambiente, o  UNISAL formalizou a entrega da nomeação dos representantes da instituição junto ao Comitê de Estudos e de Pesquisas do Parque Ecológico do Tabuão.

Ao longo do ano, o grupo voltará a se encontrar para formalizar propostas e mensurar o que está sendo feito.

Saiba mais sobre o grupo http://unisal.br/hotsite/recicle/prefeitura-de-lorena-movimento-nascentes-e-unisal-promovem-ii-conferencia-ambiental/