Arquivos da categoria: PLANO INSTITUCIONAL DE SUSTENTABILIDADE

Plano Institucional de Sustentabilidade é premiado pelo IEV na edição 2017

Mestrado em Direito e UNISAL também foram indicados  

O IEV (Instituto de Estudos Valeparaibanos), sediado no UNISAL Lorena, premia anualmente as pessoas que se destacaram no âmbito regional, em projetos relacionados à cultura, à história, ao meio ambiente, bem como na mídia e nos trabalhos que ressaltam o Instituto e o vale do Paraíba.

PREMIAÇÕES IEV UNISAL LORENA (6)

No dia 02 de dezembro de 2017 foram conhecidos os nomes de projetos destacados ao longo do ano, durante as Premiações Culturais do IEV.

Os indicados tiveram os trabalhos julgados por uma comissão pré-estabelecida do Instituto, que definiu os vencedores.

PREMIAÇÕES IEV UNISAL LORENA (5)

Ao longo da abertura do evento apresentado pelo Professor Diego Amaro, membro do IEV, o presidente do Instituto, Professor Humberto Felipe da Silva, ressaltou a importância do trabalho de cidadãos comuns e de organizações pela preservação da memória e do patrimônio da Região.

         O evento contou com a abertura especial do Grupo de Moçambique do Mestre Geraldo Ubirajara da Silva, de Lorena. A apresentação encantou o público pelo envolvimento de jovens e velhos componentes do grupo. “A apresentação mostra o quão importante é valorizar essa cultura que veio de outros países e agora se mostra tão fortemente nas mãos de artistas simples do Vale”, revelou Paula Barros, professora aposentada presente no evento.

O evento contou com cerca de 70 presentes e muitas premiações emocionantes.

O Curso de Mestrado em Direito do UNISAL foi um dos premiados, na pessoa da Professora e Coordenadora do Curso, Maria Aparecida Alkimin - pelo trabalho realizado na publicação da CARTILHA DE DIREITOS HUMANOS.

O Plano Institucional de Sustentabilidade do UNISAL também foi um dos reconhecidos, por ser referência para outras instituições de ensino superior. Saiba mais sobre o PIS em https://goo.gl/HmQWeR. A representante do UNISAL, gestora da Biblioteca, Ana Corrêa, foi receber a premiação em nome do UNISAL. A iniciativa PIS tem envolvimento institucional, com destaque para alguns setores (Comunicação e Marketing, Cesaper, Limpeza, Cópias, Biblioteca entre outros).

 

Pela primeira vez o IEV reconheceu uma instituição com o prêmio “José Armando Zollner Machado”, ex-membro do IEV, falecido em 2017. A organização escolhida foi o UNISAL por sediar há muitos anos a Biblioteca de História da Educação Salesiana no Brasil, a Biblioteca e Arquivo do IEV e por ser espaço para a disseminação  da cultura.

Confira todos os prêmios e premiados abaixo. Dentre eles, Professores, Colaboradores e Ex-Alunos UNISAL.

*Medalha de Mérito Paulo Pereira dos Reis

Geraldo Ubirajara da Silva – Pelos 36 anos de dedicação e trabalho em prol da cultural regional, nas atividades desenvolvidas frente ao Grupo de Moçambique de São Benedito de Lorena. Na preservação da nossa cultura e memória.

*Prêmio Fotografia e Memória do Vale

À Andreia Auxiliadora Marcondes de Paula - pelo trabalho fotográfico realizado no Vale do Paraíba, divulgando e apresentando as belezas históricas e naturais da nossa região.

*Distinção Cultural Paulo Camilher Florençano (Categoria Instituição)

CEAVAP – UNIVAP  – Pelo trabalho de pesquisa e preservação de documentos históricos.

//////////////////

Ex-Alunos UNISAL

*Distinção Cultural Paulo Camilher Florençano (Categoria Pessoa)

Claudia Isabel Ribeiro –  Por sua atuação em prol da defesa e promoção da cultura, história e patrimônio Valeparaibano e pela realização de atividades culturais na cidade Cruzeiro-SP. Claudia é Ex-Aluna do Curso de História do UNISAL Lorena.

*Prêmio IEV de Mídia Cultural

Roberto Bastos de Oliveira Junior - pelo trabalho realizado na publicação da CARTILHA DE DIREITOS HUMANOS. Reconhecemos a relevância do projeto para os jovens de nossa região.

////////////

Colaboradora UNISAL

*Distinção Ambiental Prof. José Luiz Pasin (Categoria Pessoa)

Lílian de Paula Santos – Por sua atuação, dedicação na promoção e defesa do patrimônio ambiental Valeparaibano e nacional. Através da divulgação, organização e produção de programas e projetos de caráter ambiental e sustentável.

////////////

Projeto do UNISAL

*Distinção Ambiental Prof. José Luiz Pasin (Categoria Instituição)

Ao Plano Institucional de Sustentabilidade do UNISAL de Lorena – Pelo projeto que demonstra o trabalho e preocupação do UNISAL como o Meio Ambiente, um projeto de referência para outras Instituições de Ensino Superior.

//////////////

Professores do UNISAL

*Prêmio IEV de Mídia Cultural

À Maria Aparecida Alkimin - pelo trabalho realizado na publicação da CARTILHA DE DIREITOS HUMANOS. Reconhecemos a relevância do projeto para os jovens de nossa região.

*Troféu Eugênia Sereno – Categoria Biografia Histórica

Francisco Sodero Toledo - pela publicação da obra Doutor Euclydes – A transformação de um obscuro engenheiro no consagrado escritor Euclydes da Cunha.

*Troféu Eugênia Sereno – Categoria Documentário Histórico

Fabrício De Senne Beckmann - pela publicação da obra DIOCESE DE LORENA: 80 ANOS – A FÉ SE FAZ COM DEVOÇÃO E HABITA NO MEIO DO POVO.

 

*Troféu Eugênia Sereno – Categoria Documentário Histórico

Laurentino Gonçalves Dias Junior - pela publicação da obra DIOCESE DE LORENA: 80 ANOS – A FÉ SE FAZ COM DEVOÇÃO E HABITA NO MEIO DO POVO.

*Troféu Eugênia Sereno – Categoria Memória

Jair Melo - pela publicação da obra PIQUETE –PEDAÇO DE CÉU VELHO.

/////////

Saiba mais sobre o IEV

O I.E.V. foi fundado em 30 de junho de 1973, no Departamento de História da Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena – hoje UNISAL. Houve uma iniciativa conjunta de professores, alunos e pesquisadores, que tinham por objetivo incentivar a divulgação da História, da Geografia, da Literatura, das Artes, dos movimentos ambientalistas, dos museus, dos arquivos, das bibliotecas e do patrimônio cultural e ambiental do Vale do Paraíba Paulista, Mineiro e Fluminense. O IEV conta com uma  biblioteca especializada e arquivo histórico, atendendo pesquisadores, alunos e professores. O IEV promove simpósios, seminários, encontros, palestras, círculos de estudos e debates, visitas técnicas aos municípios e núcleos históricos da região valeparaibana. A Biblioteca ocupa a sala Professor Francisco Sodero Toledo. E fica aberta para a visitação.

 

Acompanhe as atividades do IEV ao longo do ano https://www.facebook.com/iev.instestudosvaleparaibanos/ ou entre em contato por meio do CESAPER (Centro Salesiano de Pesquisas Regionais Professor José Luiz Pasin) http://www.lo.unisal.br/nova/cesaper/cesaper.html

PREMIAÇÕES IEV UNISAL LORENA (10) DESTAQUE

Plano Institucional de Sustentabilidade é apresentado na Jornada de Prática de Estágio 2017

O trabalho foi apresentado pelo Professor Diego Amaro, historiador e pesquisador, e pela Colaboradora do Setor de Comunicação e Marketing do UNISAL, Lílian de Paula.

A Jornada foi realizada no dia 8 de novembro de 2017 no UNISAL Lorena e contou com mais de 300 trabalhos.

Na banca avaliadora, estiveram os Professores Jorge Gomes do Couto, Euni Vieira e Irani Silvério.

Foram apresentados os primeiros resultados, após 1 anos de implantação do PIS no UNISAL.

 

JORNADA 2017 NOTURNO (69)

Prefeitura de Lorena, Movimento Nascentes do Paraíba e UNISAL promovem II Conferência Ambiental

Encontro marca a criação de um decreto municipal de proteção do Parque do Taboão 

Texto: Prefeitura Municipal de Lorena, Cerimonial de Lorena e UNISAL Lorena

Neste dia 21 de novembro de 2017, aconteceu no UNISAL Lorena a II Conferência de Educação Ambiental. O evento aconteceu no Salão de Júri do UNISAL e teve como objetivo envolver instituições da sociedade civil, poder público e iniciativa privada para o desenvolvimento de projetos sustentáveis no Parque Ecológico do Taboão para 2018, além da apresentação de propostas, projetos de Educação Ambiental e pesquisas científicas que contribuam para o desenvolvimento sustentável do Parque e da bacia hidrográfica do Ribeirão Taboão.

A Conferência foi uma realização da Prefeitura de Lorena em parceria com o Movimento Nascentes do Paraíba e UNISAL. O evento, aberto ao público, contou com representantes do poder público de diversas cidades da Região, dentre elas, Lorena e Canas, representantes da sociedade civil organizada, profissionais de escolas públicas, particulares, universidades, iniciativa privada e membros de conselhos e órgãos ambientais.

A II Conferência de Educação Ambiental  2017 marca a conclusão de mais uma etapa do “Projeto de mobilização pró-educação ambiental no parque”, desenvolvido de junho de 2016 a novembro de 2017.

Estabeleceu-se uma agenda para o planejamento das ações e projetos, a serem realizadas no Parque Ecológico do Taboão, em 2018 e houve a indicação de representantes para comissão especial de estudos e pesquisas para o parque ecológico do Taboão,  instituída por decreto do prefeito de Lorena, Fábio Marcondes.

Por parte do UNISAL, a comissão técnica tem como coordenadora a Professora e Aluna do Mestrado em Direito, Fábia Maruco. Colaborando com os trabalhos estão Euni Vieira, coordenadora de Estágios do UNISAL, Professora Irani Silvério e o Professor Jorge Gomes.

Por parte da Prefeitura, os trabalhos serão coordenados pela Secretaria de Meio Ambiente.

Ao final do evento, o Professor Lázaro Silva (O Zé da Paraíba), responsável pelo Movimento Nascentes do rio Paraíba, foi homenageado por uma das ambientalistas, Dilva Delgado, juntamente com a filha dela e membro da Câmara Técnica do Comitê da Bacias Hidrográficas do rio Paraíba do Sul, Maria Bernadete, e a professora Euni Vieira.

???????????????????????????????

Ele recebeu uma linda carta, descrita na íntegra abaixo.

Ações do tipo reforçam a missão do UNISAL, de educar para o próximo. E fortalecem também o Plano Institucional de Sustentabilidade existente no UNISAL Lorena.

??????????????????????????????? 

Carta em homenagem ao Zé do Paraíba

 O neto do Jeca Tatu que veio para resgatar a história, cultura e ambiente do Vale do Paraíba.

Há vinte anos o Professor Lázaro Tadeu Ferreira da Silva da rede pública do estado de São Paulo (hoje aposentado), muito preocupado com a poluição que estava tomando conta do Rio Paraíba do Sul, resolveu criar um personagem para falar com as crianças. E assim nasceu o Zé do Paraíba.

Foi numa destas atividades que conheci o Prof. Lázaro, personagem Zé do Paraíba, na década de 90. Em comemoração ao dia do Meio Ambiente (05 de junho), o personagem Zé do Paraíba, em um barco descia o Rio Paraíba do Sul, com a finalidade de observar as mudanças e principalmente colher dados de trechos poluídos fornecendo informações científicas para pesquisadores da região.

O Zé do Paraíba realiza e participa (voluntariamente) de diversos projetos de Mobilização Social e Educação Ambiental, como, por exemplo, o Programa Semente do Amanhã, que contou com apoio de parceiros da sociedade civil, poder público e empresas.

Todo ano ele organiza uma expedição para visitar a nascente do Rio Paraíba, que fica numa fazenda no município de Areias, ocasião que convida as instituições civis, públicas e privadas, principalmente, escolas da região.

“Eu sou Zé do Paraíba, neto do Jeca Tatu (personagem de Monteiro Lobato) e vim para resgatar a história, a cultura e o meio ambiente da Bacia do Rio Paraíba do Sul”, assim se apresenta o personagem que circula pelo Vale à procura das terras do seu avô, onde passou sua infância brincando e pescando num rio limpo, que desapareceu no meio do progresso. “Eu não sou burro não, eu sou caipira. É muito diferente!”, acentua Zé.

O Zé costuma “invadir” os Eventos e Seminários de meio ambiente para passar avisos e cobrar soluções a favor do Rio. Anima os participantes e termina dizendo: “Deus abençoa nossa missão. Eu vô, mas eu vórto! Intéééé…”.

Para facilitar o aprendizado das crianças, costumava levar milhares de alunos e professores a campo para vivenciar problemas ambientais, utilizando um pedacinho de terra em Lorena, beira rio, chamado de “Rancho do Zé do Paraíba”. Era um ranchinho muito simples de dois cômodos e um banheiro, mas, supria as necessidades dos visitantes. Hoje esse rancho está em ruínas, sem condições de fazer qualquer das atividades que antes eram desenvolvidas com as crianças.

O Zé já teve um Jeep no qual viajava pelas 39 cidades do Vale do Paraíba, falando sobre os problemas do Rio Paraíba do Sul. Enfrentando dificuldades teve que vender o veículo e passou a utilizar o carro antigo da família (Monza 1985), hoje sem condições de uso.

Em 2017 o Zé do Paraíba completa 20 anos de Expedição em Defesa do Rio Paraíba do Sul, são duas décadas de luta, vezes, sozinho, outras com amigos que fez pelo caminho.

A continuação da educação ambiental com as crianças é muito importante para todos nós do Vale do Paraíba. É como diz o Zé: “o trabaio di criança é pouco, mas quem num proveita é loco”! Por isso, nós temos orgulho de dizer que somos “Amigos do Zé do Paraíba”.

Ele é a Celebridade do Meio Ambiente que queremos homenagear: Zé do Paraíba, reconhecido no Brasil, devido às suas ações importantes relacionadas ao Meio Ambiente, tão lembrado nas propagandas para a melhoria da qualidade de vida, mas tão pouco valorizado nas práticas políticas públicas desse País.

A você nossa eterna gratidão por cuidar dessa Casa Comum chamada Planeta Terra.

Com carinho, Diva Delgado, Maria Bernadete e Euni Vieira.

Lorena, 21 de novembro de 2017

 

Professor conta com ajuda de estudantes do UNISAL para promover pesquisa inglesa sobre sustentabilidade

 

???????????????????????????????

Projeto acontece em parceria com UNESP

No dia 16 de outubro de 2017 o UNISAL Lorena recebeu a visita do Professor da Inglaterra, Dr Joseph Hall. O docente é pesquisador universitário e está trabalhando num projeto internacional em conjunto com a UNESP/ Guará com o tema: “Sustentabilidade: Água, Energia e Alimentos”.

O objetivo principal do projeto, que chama-se (Re)Conectando o Nexo, é identificar a percepção com que jovens de 10 a 25 anos de idade compreendem e se envolvem com questões relativas ao nexo entre alimentos, água e energia na região da Bacia do Rio Paraíba do Sul e Litoral Norte de São Paulo.

A pesquisa dá a oportunidade aos jovens (10 – 25 anos) de completarem um survey online. Este survey pode ser acessado aqui: https://www.sphinxnaweb.com/SurveyServer/s/unespmd/unesp/coleta.htm.

???????????????????????????????

A apresentação no UNISAL foi realizada como parte da programação do PIBID. Os Alunos bolsistas e professores dos Cursos de Licenciatura e Engenharia puderam conhecer o projeto e participar das discussões em torno da sustentabilidade. A parceria também incentiva o projeto de internacionalização do UNISAL e alimenta as ações de sustentabilidade.

O objetivo do professor inglês é ter a maior participação de jovens na pesquisa. O encontro do dia 16/10 resultou em futuras visitas à escolas de Lorena e Guaratinguetá, as quais contam com projetos dos alunos bolsistas do PIBID.

Além disso, ficou agendada para dia 08/11/17 um novo encontro com estudantes da engenharia de Produção do UNISAL.

???????????????????????????????

Saiba mais como ajudar o projeto de sustentabilidade pelo link:https://www.facebook.com/groups/1853246311601017/

Professor do UNISAL fala sobre importância de ajudar a Cooperativa Amigos do Lixo

A Cooperativa é parceira do Plano Institucional de Sustentabilidade do UNISAL.

Um jeito de movimentar a economia baseado em cooperação, democracia e auto-gestão. De estar no mundo e consumir produtos sem agredir o meio ambiente. Um jeito de promover pessoas a partir de valores como solidariedade, ética, cidadania.

 

coleta seletiva unisal 2017 (15) MENORÉ a Economia Solidária realidade vivida por quem faz parte de associações, ONGs e cooperativas.A reportagem de Adilson Sabará e Ederaldo Paulini, da Tv Canção Nova, contou com o Professor do UNISAL, o economista Augusto Deccache.

https://youtu.be/IIQtQi0D9G8

 

 

Cursos inovam e promovem sustentabilidade na aplicação de provas online no UNISAL Lorena

“Escrevo para dar ciência da realização da prova Via AVA/Moodle nas turmas do oitavo semestre do Curso de Engenharia de Produção do UNISAL Lorena”.

O depoimento acima é do Professor Wagner Godoi e mostra o orgulho que ele traz consigo ao pensar sustentável na aplicação dos conhecimentos aos Alunos.

A prova é toda online, e estará disponível para realização no dia 27 de setembro, das 17h até às 22h30.

ação do curso de engenharia de produção- prova ava setembro de 2017

Trata-se de uma inovação do Departamento de Engenharia de Produção e por isso merece destaque no Plano Institucional de Sustentabilidade.

“Creio que caiba já que economizamos papel ao se realizar ações como esta, e inovar no modo de avaliar, já que a prova deve ser operatória. O modelo é semelhante ao que foi aplicado no ano 2016 no Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos, fato que foi destacado no relatório de sistematização do P.I.S.”, finaliza Wagner.

 

UNISAL sedia e apoia 4º Encontro de Educadores em Defesa do Rio Paraíba do Sul

Palestras, debates, oficinas, roda de conversa. Assim, podemos resumir esse dia 26/09/17, como sendo de aprendizado e conhecimento, no UNISAL Lorena, por conta do evento:  4º Encontro Educadores em Defesa do Rio Paraíba do Sul.

???????????????????????????????

O encontro é promovido pela Prefeitura de Lorena e Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul. E conta com representantes do UNISAL, Euni Vieira, Roberta Werneck, Jorge Gomes,  Irani Silvério e outros.

???????????????????????????????

 

Na oportunidade, Professor Joseph Hall, pesquisador da Inglaterra, convidou os professores presentes a participarem de um projeto sobre sustentabilidade realizado em parceria com a UNESP.

Sobre professor e projeto

Meu nome é Dr Joseph Hall e eu sou um pesquisador universitário da Inglaterra. Estou trabalhando num projeto internacional em conjunto com a UNESP.

O objetivo principal do projeto, que chama-se (Re)Conectando o Nexo, é identificar a percepção com que jovens de 10 a 25 anos de idade compreendem e se envolvem com questões relativas ao nexo entre alimentos, água e energia na região da Bacia do Rio Paraíba do Sul e Litoral Norte de São Paulo. A pesquisa dá a oportunidade aos jovens (10 – 25 anos) de completarem um survey online. Este survey pode ser acessado aqui: https://www.sphinxnaweb.com/SurveyServer/s/unespmd/unesp/coleta.htm.

O levantamento tem 7 seções e tem uma mistura de perguntas. Algumas perguntas precisam de um ‘x’ na caixa e outras precisam de respostas escritas. Em total, o levantamento deve levar cerca de 30 minutos para ser concluído. A pesquisa é online e em português. E o melhor de tudo, há um sorteio para participantes e organizações.

Esperamos entender melhor como os alimentos, a água e a energia estão presentes no dia a dia dos adolescentes e jovens. Isto nos permitirá fazer recomendações de políticas públicas e melhorar a educação para a sustentabilidade.

Eu espero que você tenha interesse em nossa pesquisa e incentivará os alunos a participarem? Eu anexei informação do survey. Eu também pode organizar uma apresentação do projeto para os jovens.

???????????????????????????????

/////////////////////

O UNISAL apoia todo o tipo de ação relacionado à melhoria da sociedade que vivemos. Parabéns aos envolvidos.

Exposição em homenagem ao Dia da Árvore é realizada no UNISAL

O Dia da Árvore é comemorado em 21/09/17.

No UNISAL, por conta das ações contínuas do Plano Institucional de Sustentabilidade, está sendo realizada a exposição nascentes do Rio Paraíba do Sul e do Tabuão ou Lorena, de autoria da professora do UNISAL, Euni Vieira Silva. Afinal, toda a vida do planeta depende de água para sobreviver. Uma árvore também.

 

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

Obs.: a mesma exposição irá percorrer outras instituições de ensino superior. Os papéis utilizados na atividade são sempre conservados e reutilizados, além disso, alguns foram impressos em papel rascunho.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

 

Saiba mais sobre pelo e-mail estagio@lo.unisal.br.

Projeto de Professor do UNISAL em defesa do meio ambiente é reconhecido

O projeto “O Despertar do Gigante” recebeu da Prefeitura de Lorena um grande reconhecimento pela atuação em projetos de Permacultura e Agrofloresta para o desenvolvimento ambiental, social e econômico na cidade de Lorena e região.

O projeto é encabeçado pelo Professor do UNISAL, Bruno Vidal, também recebe o apoio do Centro de Extensão do UNISAL, do Centro de Empreendedorismo do UNISAL e dos Cursos de Engenharia por meio de parcerias e projetos.

“É a força da mudança, a força da coletividade. Agradecemos aos inúmeros amigos que estiveram junto conosco nestes 8 anos de projeto e a todos que de alguma forma contribuíram no desenvolvimento do projeto, vocês são fundamentais! Salve Despertar!

Veja a carta da prefeitura de Lorena abaixo.

 

reconhecimento_prefeitura projeto bruno vidal

UNISAL apoia evento de proteção ao Rio Paraíba do Sul

UNISAL apoia causas em defesa e respeito ao nosso planeta. Aqui temos um Plano Institucional de Sustentabilidade há cerca de 1 ano. (desde 2016).

ENCONTRO DE EDUCADORES

Afinal, “ser ambiental é ser integral”. Participe deste evento, dia 26/09 aqui em nossa instituição.

Confira a programação completa abaixo.

IV ENCONTRO DE EDUCADORES EM DEFESA DO RIO PARAÍBA DO SUL Ser Ambiental… Ser Integral…

26/setembro/2017 no UNISAL

Endereço: Rua Dom Bosco, 284 – Centro, Lorena – SP

Desde 2014 A Câmara Técnica de Educação Ambiental e Mobilização Social (CTEAMS), do Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul (CBH-PS), realiza o Encontro de Educadores em Defesa do Rio Paraíba do Sul. Essa iniciativa tem por objetivo integrar a participação dos professores e educadores do Vale do Paraíba nas ações realizadas por essa CTEAMS, bem como, promover a discussão da educação ambiental no âmbito da educação formal e informal, além de capacitar educadores para a disseminação da educação ambiental. O mês de Setembro foi o escolhido para a realização dos “Encontros de Educadores”, porque no dia 22/09 é comemorado o Dia do rio Paraíba do Sul, portanto, através deste evento anual, promovemos um encontro educativo, reflexivo, assim como festivo, buscando a conscientização dos envolvidos com a Educação Ambiental e Mobilização Social, fomentando a importância de cuidar de nossas águas e do meio ambiente. Este ano iremos realizar a quarta edição do evento, com o tema “Ser Ambiental… Ser Integral”, em parceria com a Prefeitura Municipal de Lorena – SP. Nossa expectativa é que participem 200 educadores de todo o Vale do Paraíba. O evento será realizado no dia 26 de setembro, no Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL, em Lorena.

A programação conta com oficinas, palestras, painéis temáticos, apresentações culturais e muito mais. Teremos a participação especial da professora e palestrante Ondalva Serrano, que é formada em Engenharia Agronômica, pela ESALQ, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queirós, pós-graduada pelo Centro Internacional de Estudos Agronômicos de Montpellier, França.

Ondalva tem sua história intimamente ligada ao movimento em defesa da agroecologia, de políticas públicas integradas e da criação de verdadeiros espaços educadores e conscientizadores.

O Encontro de Educadores é totalmente realizado por parceiros e voluntários. Os interessados em nos ajudar e/ou sediar as próximas edições do evento devem entrar em contato, através do e-mail cbh-ps@comiteps.sp.gov.br.

As inscrições para este evento serão realizadas através do link https://goo.gl/mUrzs1 ou no site da Prefeitura Municipal de Lorena www.lorena.sp.gov.br.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

8h30 às 9h – Credenciamento e Café receptivo

09h às 10h – Abertura Oficial

10h às 11h – Educação Ambiental Integral – Transitando nos Meios Internos e Externos do Ser Humano, com Ondalva Serrano

11h às 12h – Trabalhos educacionais, com Professores e Alunos

12h às 13h30 – Pausa para Almoço

13h30 às 14h- Visita aos painéis

14hàs 16h30 – Oficinas Pedagógicas

16h30 às 17h – Encerramento com Projeto Guri

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Oficina 01: Permacultura na Escola Ementa: Esta oficina se propõe a inspirar e contribuir com o repertório de práticas de permacultura na escola. Inicia pela importância das atividades de diagnóstico participativo. Estabelece a relação entre a compostagem e o pensamento sistêmico na prática; Entre a fabricação de tinta de baixo impacto, o protagonismo e o pertencimento; Entre o sistema de captação de águas pluviais e o valor das ações locais. Encerra com sugestões de atividades transdisciplinares para diferentes séries, relacionadas à abordagem vivenciada. Instrutores: Fernanda Scalambrino e Mário Scalambrino (Suinã Instituto Socioambiental)

Oficina 02: Compostagem Doméstica Ementa: Esta oficina apresenta uma alternativa sustentável para o aproveitamento dos resíduos orgânicos domésticos. Durante a oficina serão montados diversos tipos de composteiras de baixo custo, que podem ser utilizadas em casas, apartamentos e escolas. Instrutor: Duva Steck Brunelli (CT-EAMS).

Oficina 03: Recuperação Florestal e Construção de Mini Viveiro de Mudas Ementa: Esta oficina trata da prevenção de ilícitos ambientais relativos à flora e da recuperação florestal de áreas protegidas. Ensina como construir um viveiro de mudas de tamanho reduzido, apresentando sugestões de como é possível trabalhar diversos temas com ele na escola. Instrutor: Ana Stella Ribeiro M. Neves (SMA – Coordenadoria de Fiscalização Ambiental).

Oficina 04: Oficina de Papel Reciclado Ementa: Com o objetivo de subsidiar o trabalho do professor, no que se relaciona ao tema reciclagem e reuso de resíduos sólidos, esta oficina traz a prática de como produzir papel reciclado. Também serão apresentadas diversas formas de utilização do papel reciclado, em trabalhos artísticos e artesanais, que poderão ser reproduzidos em sala de aula.

Instrutores: Aparecida Barbosa e Alcinéia G. Castro (Viveiro Florestal de Taubaté) CBH-PS

Oficina 05: Rede de Pluviômetros Artesanais no Monitoramento de Áreas de Riscos de Desastres Socioambientais Ementa: Trata da gestão de riscos de desastres e orienta a construção de pluviômetros de PET. Este instrumento apoiará a criação uma rede observacional georefenciada da escola para o monitoramento das chuvas e riscos de inundações, secas e escorregamento de terra. Será apresentado o projeto CEMADEN Educação e seu potencial para o desenvolvimento de projetos pedagógicos nas áreas de educação ambiental e redução de desastres socioambientais. Instrutor: Débora Olivato (Projeto CEMADEN Educação)

Oficina 06: Como Produzir Alimentos Saudáveis em Casa? Ementa: Consiste no repasse de informações teóricas e na apresentação de materiais e processos práticos que possam ser realizados em sala de aula. Serão levados para a sala de aula plantas, adubos, compostos orgânicos, ferramentas e sementes. Instrutor: Jefferson Ferreira Lima (Consultor em Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável).

Oficina 07: Trilha Interpretativa Ementa: A oficina inicia com uma dinâmica de quebra-gelo e a seguir os participantes seguem por trilha onde é realizada a apresentação da fauna e da flora visíveis e significativas da Floresta Nacional de Lorena. – O Processo e de fácil condução e envolve dinâmicas de informação e sensibilização executadas durante a trilha interpretativa e em pontos estratégicos. Ao final da trilha ocorre a apresentação de personagens importantes, “moradores” da Floresta. Instrutores: Daniel Porto de Nogueira (CETAS IBAMA) Evandro Gonsalves Chaves (ICMBio Floresta Nacional de Lorena)

Oficina 08: Ecocriatividade Ementa: A oficina EcoCriatividade é um projeto de despertar a criatividade literária das pessoas e ao mesmo tempo construir valores éticos ambientais de preservação do meio ambiente e de sustentabilidade. A oficina tem como proposta conscientizar o cuidado com a natureza do bioma da Mata Atlântica, por meio do Livro Sonhos de Francisco; e incentivar a criação de histórias e a confecção de personagens literários utilizando materiais recicláveis. Instrutor: Marcelo Fernandes

Oficina 09: Agrofloresta e Permacultura: A Natureza como Ambiente de Ensino Interdisciplinar. Ementa: Propiciar a criação de um novo cenário educacional para crianças e jovens, através de projetos baseados em princípios holísticos de agrofloresta e de permacultura, usando hortas agroecológicas, como laboratório de práticas de ensino. O contato da criança com a Natureza propicia evolução emocional e cognitiva e o desenvolvimento de competências como: Empatia, espírito de trabalho em equipe, autossuficiência e pensamento crítico.

Instrutor: Prof. Dr. Bruno Vidal de Almeida (Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL Lorena, Instituto O Despertar do Gigante).