lean-survey-marcos-paulo-2

Ex-Aluno desenvolve aplicativo sobre levantamento de dados no Brasil.

Muitos são os dados estatísticos divulgados pela imprensa, mas ainda há quem diga nunca ter visto um pesquisador na rua.

É para responder a essa dúvida, que surge a Startup Lean Survey.

O campo de exploração é bem fértil. De um lado, um grande mercado com organizações que precisam contratar serviços de pesquisa sobre vários segmentos. De outro, o usuário que faz um cadastro, coloca em prática as missões recebidas e dá vida às pesquisas na sua região por um benefício.

A startup já tem faturamento, obteve investimento e mostra que é possível fazer um levantamento com eficiência e rapidez, aponta reportagem da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios.

A empresa foi fundada por Alessandro Andrade e Fernando Salaroli, quando ainda eram alunos da USP. Em princípio, a ideia era apenas movimentar uma rede social em que você pudesse ter acesso aos dados de localização e entretenimento de seus amigos. “Os erros cometidos no outro negócio nos mostraram o que não fazer. Dessa vez, fizemos um plano de negócio e validamos vários pontos no mercado” – diz Alessandro para a PEGN.

lean-survey-marcos-pauloAo concluir que a Lean Survey tinha condições de ir longe, os novos empresários foram em busca de outro sócio. Eis que a qualificação ideal encontrou com a oportunidade. O graduado em Ciência da Computação pelo UNISAL Lorena, Marcos Paulo, foi convidado a integrar o time.

Ele é responsável pela criação da infraestrutura tecnológica, pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, além de atuar no desenvolvimento de aplicações mobile e web.

[Aviso de spoiler]:  ”A partir de setembro vamos lançar uma versão 2.0 Android e IOS.” – adianta o Ex-Aluno.

A empresa ganhou destaque na mídia após uma manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff em 12 de abril de 2015. Tanto que já foi pauta de sites como Draft, O Estado de SP, Revista Gol, Brasil Econômico, Portal Administradores, Catraca Livre, Terra, Ligado na Facul, PEGN, dentre outros.

Segundo os empresários, em situações  como essa foi possível provar a eficácia do sistema. “Conseguimos compilar os dados com mais rapidez que os institutos de pesquisa. Nossos resultados foram semelhantes aos deles, o que mostrou que somos confiáveis” – declara Alessandro.

Alessandro ainda apresenta mais detalhes de sua empresa.

Para o nosso usuário, a Lean Survey é um aplicativo de smartphone que paga dinheiro em troca do usuário entrevistar outras pessoas. Veja como fazer parte deste grupo de mais de 12 mil pesquisadores espalhados pelo Brasil. lean-survey-1

1. O usuário poderá se cadastrar em nosso site www.leansurvey.com.br e baixar o aplicativo na PlayStore.

2. Quando houver uma pesquisa para realizar na cidade/região que aquele usuário se encontra, ele receberá pelo e-mail  um convite para uma missão.

3. Esse convite vai dizer o que o usuário tem de fazer. Geralmente, as missões são para ele ir até um local e entrevistar pessoas de um determinado perfil (gênero, idade, classe social etc.), utilizando um questionário padrão que a empresa irá fornecer.

4. Se o usuário aceitar o convite, ele terá que passar por um treinamento em que será ensinado como ser um pesquisador, como abordar as pessoas para a entrevista, como se comportar durante a abordagem e conversa, o que fazer, o que não fazer etc.

5. Após essa etapa, ele fará uma prova rápida em que responderá algumas perguntas sobre o treinamento que fez. Se o usuário passar nessa processo, estará pronto para começar a realizar as entrevistas.

6. A empresa concede ao usuário pagamento por entrevistas que ele vier a fazer e que esteja de acordo com o objetivo da missão. Além disso, elas deverão seguir as diretrizes do treinamento. Geralmente, a pesquisa dura de uma a duas semanas, e um usuário poderá trabalhar de 1 a 2 dias em cada levantamento.

A partir de agora, todos podem ser pesquisadores. Faça parte dessa iniciativa inovadora! Aproveite para curtir a Fanpage da empresa.