ex-alunos-jornada-unisal

A diversidade é um dos pilares de sustentação de uma instituição de ensino de qualidade. Nesse contexto, V Jornada de Produção Científica e Prática de Estágio 2016, realizada nos dias 24 e 25 de novembro de 2016, no UNISAL Lorena, proporcionou aos participantes salas de debates cujos temas eram  “O fanatismo no Futebol”, “Domótica” até  “A importância  de eventos institucionais para a promoção de marcas educacionais”.

Na edição anterior, foi apresentada pela comissão organizadora do evento  uma “árvore de sonhos e expectativas” que no ano de 2016 gerou ótimos frutos do conhecimento. De acordo com a organização, os trabalhos apresentaram um crescimento em termos de quantidade e qualidade.

Vários docentes do UNISAL e convidados externos assistiram as apresentações de 424 trabalhos no formato oral e pôster nos mais variados temas da Administração e Empreendedorismo;  Arquitetura, História, Política, Meio Ambiente e Sustentabilidade; Metodologias Ativas de Ensino, trazidos por estudantes do UNISAL, UNIFATEA, FARO, FATEC-Guaratinguetá, FATEC-Cruzeiro, UNITAU e USP Lorena.

O Coordenador da Comissão da Jornada, Professor Anibal Fernandes, disse em sua fala de abertura, que o incentivo à pesquisa é de fundamental importância para o ensino superior no Brasil.

ex-alunos-jornada-unisal-3

Ex-Aluno Wesley Toledo

ex-alunos-jornada-unisal-2

Ex-Alunos Juciele Siqueira e Diego Amaro

A abertura da Jornada contou com o Coral da USP. Um grupo diferente que despertou o interesse do público ao cantar 3 músicas aos pés de Dom Bosco. Veja aqui um trecho da apresentação.

Os Ex-Alunos aproveitaram a oportunidade para voltar ao UNISAL, seja apresentando seus projetos, participando da comissão organizadora, ou avaliando trabalhos.

A jornada este ano teve cunho ambiental. Além da economia de 80% no número de impressões, ao determinar que a avaliação fosse feita pelo computador, os participantes receberam um lápis ecológico, que tem na ponta um conjunto de sementes, para o plantio posterior da muda.

Por isso, ao final da abertura, o Prof. Anibal e Prof Gabriel Franco fizeram o plantio simbólico do lápis ecológico que, em 2017 trará “bons frutos”.

Confira as fotos do evento!