thiago-ex-alunos-unisal

Thiago Ribeiro Borges
Formado em Psicologia em 2013 e Aluno da Pós-Graduação de Psicopedagogia.

Sempre fui uma pessoa reservada e muito tímida, desde os anos iniciais da escola até o final do ensino médio. Porém, desejando seguir uma área profissional optei por tentar o vestibular do Curso de Psicologia no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), no município de Lorena, por recomendação de uma amiga de grande confiança. Após alguns dias, recebi a confirmação de minha aprovação.

No primeiro dia de aula, em fevereiro de 2009, estava incrivelmente preocupado e ansioso, apenas imaginando como seria minha turma, se gostaria do curso e quais seriam as dificuldades envolvidas.  Todavia, ao entrar pela primeira vez na sala de aula, fui recebido junto aos meus colegas de maneira extremamente acolhedora e calorosa. Pude sentir a humildade em meus professores, sempre muito atenciosos e gentis. E, aos poucos, conheci a filosofia e os valores cultivados pela instituição salesiana e pregados por Dom Bosco, a saber: o diálogo, ética, profissionalismo, solidariedade e amorevolezza.

Esses ensinamentos e tantos outros foram sendo repassados diariamente por todos os funcionários da instituição, independentemente do setor e da hierarquia, desde a portaria, passando pelas salas de aula até a reitoria.

Uma pessoa que me inspirou, de forma especial e particular, a olhar a vida com outros olhos, quer dizer, a entender que “a vida tem a cor que você pinta”, foi o P. Mario Bonatti, sempre maravilhado com os jovens, de presença amistosa e, principalmente, praticando seus famosos “cafezinhos”, em que proferia sábias e profundas reflexões em todas as salas de aula da instituição. Tais momentos sempre me fizeram questionar o que é realmente importante na vida, um tesouro que carregarei comigo eternamente.

Por meio do incentivo e dos desafios propostos por meus professores fui me percebendo cada vez mais enquanto sujeito carregado de possibilidades e sonhos. Um fato que me recordo bem foi uma prova de oratória de temática livre proposta no primeiro semestre do curso pela Prof.ª Marcilene Bueno, em que me desafiei a falar sobre a “Timidez”, obtendo ao final da avaliação uma pontuação excelente, além, é claro de encarar um de meus maiores obstáculos: a timidez.

Ao relembrar a cena, percebo que foi um de meus primeiros passos na superação de minhas próprias barreiras e limites. Após esse episódio, diferentes situações se apresentaram em meu caminho ao longo da Graduação.

No primeiro ano comecei a me envolver com pesquisas e eventos acadêmicos e, a partir desse momento, redescobri uma paixão imensurável pela prática da ciência, coisa que eu sonhava desde criança ao ver documentários e profissionais lidando com tubos de ensaio num laboratório e fazendo seus experimentos. Por fim, minhas investigações acabaram sendo pautadas na aprendizagem e no desenvolvimento humano, temas que me motivam a entender cada vez mais a complexidade que permeia a todos nós.

Por meio da participação em diferentes congressos, palestras, oficinas e demais atividades fui progressivamente tomando consciência de meus potenciais e da capacidade de encarar novos horizontes.

Da mesma forma, a possibilidade de fazer voluntariado no ambiente interno do UNISAL foi um aprendizado muito rico. Uma doce lembrança que tenho é de minha breve participação no Programa “Idade Ativa”, em que pude auxiliar pessoas acima de 50 anos no aprendizado do computador e da internet, além de tantos outros momentos de responsabilidade social, como visita a asilos, ONGs, participação em projetos educacionais dentre outros, que me fizeram perceber o quanto podemos nos comprometer e ajudar um pouco a vida de outras pessoas, um valor que faço questão de carregar comigo até hoje.

Não poderia deixar de mencionar que ao longo de toda minha caminhada no UNISAL, a presença de meus queridos companheiros de sala, e hoje amigos na vida, foi uma fonte de realização, alegria e aprendizado. Tantas lições apresentadas diante de meus olhos, por meio das atitudes, sentimentos, dificuldades, dramas, limitações e conquistas que meus amigos vivenciaram me marcaram profundamente e me fizeram crescer mais como ser humano.

Por conta de tantas experiências maravilhosas serei eternamente grato ao UNISAL por me prover tamanhas alegrias, realizações pessoais, amizades extraordinárias e a possibilidade de despertar para uma vida nova.

Baixe o E-book Gratuitamente com todas as histórias da 3ª edição dA vida nos Pátios do UNISAL!