maria-oliveira-direito

Marina de Oliveira
Aluna do 4º ano de Direito

 

Viver nos pátios do UNISAL pode se transformar em uma experiência emocionante e que lhe gera cada dia mais amor a um milhão de coisas e pessoas ao mesmo tempo. Desde que comecei a faculdade, passei  as tardes no UNISAL, estudando e aproximando-me a cada dia de cada um dos funcionários, hoje amigos. Depois de 3 anos completos do curso de Direito, fiquei doente e entrei em depressão. Passei a ter transtornos e posso dizer, com todo meu coração, que os colaboradores do UNISAL foram essenciais.

Em todo o começo dos meus problemas de saúde, tanto a coordenação quanto a portaria mantinham-me em pé, sempre com uma palavra de apoio e amizade. Nos momentos de tristeza, muitos se moveram como podiam para me levantar da amargura a qual sentia.

Logo no início deste semestre, quanto eu iria começar o meu 4º ano de Direito, tive de trancar a minha matrícula. Foi o momento mais intenso e mais triste o qual já imaginei experimentar. Os professores são mais que amigos e deram-me todo o apoio que lhes cabia. A coordenação sempre me mantendo por perto, conversando comigo, apoiando-me, incentivando-me. Devo ressaltar que sinto-me com uma dívida eterna com eles, grandes parceiros, e quero usar deste meio para agradecer aos funcionários da portaria que me faziam companhia, que me divertiam, tomavam café comigo, que me faziam sentir parte da vida deles, ser importante.

Agradeço de todo coração às funcionárias da limpeza por terem sido tão gentis, compreensivas e tratarem-me com tanto carinho, à pastoral da faculdade que sempre  trazia alegria, as boas risadas nos pátios, aos amigos que promoviam momentos agradáveis, às oportunidades de ser professora de redação e ajudar os idosos no Programa Informática para Idade Ativa, ao maravilhoso Padre Mario por toda sua paciência. Em todos os momentos que podíamos conversar, ele foi carinhoso, educado e amigo. Aos professores, em especial Jaime Meira, Antônio Sávio e Marcius Nahur, pois foram muito mais que educadores e instrutores, foram amigos; acreditavam em mim, sabendo tudo que vivi e passei, não me julgando nem criticando.

Definitivamente eu tenho uma imensa e eterna paixão por todos os meus anos de UNISAL os quais devo a todas as pessoas que me seguraram pelas mãos nos momentos mais difíceis que passei. Retorno ao UNISAL no próximo semestre com a certeza de que todo o carinho e apoio que recebi não foram perdidos e que as oportunidades de construir um profissional melhor certamente me aguardam.  Obrigada, UNISAL Lorena por tudo!

(Marina de Oliveira enviou sua história em junho de 2015. Em agosto do mesmo ano ela fez a reabertura da matrícula no curso de Direito.)

O download do E-Book pode ser feito gratuitamente. Clique aqui e confira!

Esta é “A vida nos pátios do UNISAL”…

Porque o que dá sentido à vida não pode se perder no tempo!