Pra Sempre UNISAL | Ex-Alunos
EX-ALUNO MIGUEL VALENTE (13)

Projeto em obra social levará 1 ano

A coragem ele leva até no nome. Miguel Valente, 27 anos, Ex-Aluno de Administração do UNISAL. Toda essa trajetória vivida na instituição salesiana, Unidade Lorena, ele carrega agora na memória e na carreira profissional. E vai precisar muito!

No dia 13 de março de 2017 Miguel embarcou na missão Ad Gentes de 1 ano para a Angola. Lá irá atuar em Luanda (Capital).

A decisão de largar o trabalho fixo em uma agência bancária no Brasil, a família e amigos, veio acompanhada de amadurecimento.

No UNISAL, Miguel concluiu o Curso de ADM em 2016, com muito esforço. A paixão por trabalhos sociais começou há dez anos, por meio de trabalhos voluntários realizados nas obras salesianas de Pindamonhangaba, Lorena e Piquete.

O desejo de embarcar em algo maior se concretizou ao encontrar angolanos na Jornada Mundial da Juventude, realizada em 2013 no Brasil. Alguns deles se hospedaram em Pindamonhangaba, uma oportunidade e tanto para Miguel saber mais sobre sua futura casa, Luanda, capital da Angola.

“Conhecer por meio dessas pessoas a obra onde mais de 12 mil crianças são atendidas por dia por meio de cursos básicos, profissionalizantes e demais atividades, só me instigou ainda mais a amadurecer o processo de inscrição para trabalhar na missão”, revelou Valente.

Daí em diante Miguel reuniu em documentação toda a sua experiência profissional e social com o passaporte de ida nessa missão.

“O amadurecimento só foi possível graças ao incentivo de anjos que passaram em minha vida”, revela Miguel, que se emocionou ao contar de sua amizade com a Professora Maria José Urioste.

Desde que soube da aprovação para o Projeto, Miguel foi tomado por ansiedade e alegria.

ex-aluno-miguel-valente-angolaA equipe do Pra Sempre pediu a ele que fotografasse algumas etapas da viagem e ele nos enviou a arrumação das malas.

Quer saber qual cenário Miguel vai encontrar lá? Veja um relato do P.  William de Lima, salesiano que também está na obra. Acesse o link.

Quer saber mais sobre a missão Ad Gentes? Veja aqui.

Miguel espera incentivar outras pessoas que também têm o mesmo deseja de se voluntariarem pelo mundo.

“Estou lá, pois quero transformar duas frases que criei, são elas: ‘O limite não limita’, e ‘Qual rua a pessoa deve pegar na vida?’”, revelou Miguel, que ficou muito contente em partilhar com todos um pouco dessa decisão importante de vida.

Veja também o link do vídeo que mostra a região onde ele vai trabalhar.

talita-janine

Muito se fala sobre a necessidade do profissional não se limitar à sua região e se possibilitar conhecer outras culturas e costumes. Os Ex-Alunos do UNISAL, além de buscar o intercâmbio cultural, vêem em uma viagem para outros países a oportunidade de fazer o bem.

A gente sabe que o Dia do Voluntariado é somente em agosto, mas há cidadãos que gostam de praticar esse exercício social todos os dias.

Hoje esta notícia é dedicada a dois belos exemplos de cidadania e salesianidade.

adriele-carvalhoAdriele Carvalho

Formada em Psicologia em 2010, esteve na Nigéria em 2011. O objetivo inicial era apenas fazer um intercâmbio, mas o acesso à nova cultura impactou nossa Ex-Aluna ao ponto dela ingressar  em uma ONG com o foco no combate ao HIV.

“A princípio, fiquei na dúvida se ia para o Leste Europeu ou para a África. Após algumas pesquisas, optei pela Nigéria. O trabalho me fez ver que somos impotentes perante alguns problemas, mas também me fortaleceu para outras decisões.” – Afirma Adriele.

Para ela a escolha foi certeira.  O impacto social teve mais reflexo em sua vida que na vida daquelas pessoas. “Foi lá que eu decidi fazer o Mestrado em Políticas Públicas”.

talita-janine-4Talita Janine

Formada em Psicologia em 2015. Atualmente está na Angola, na cidade de Luena, que fica na província de Moxico.

O Intercâmbio faz parte do Projeto de Voluntariado Missionário Salesiano. Com ela há outras voluntárias no trabalho, sendo uma do Brasil e três da Argentina. Ela está realizando um trabalho de acompanhamento psicológico de meninas de um Centro de Formação Estudantil e Profissional, chamado Sacassanje. Talita também está atuando como docente no Centro Educativo Dom Bosco, onde acompanha 7 turmas nas disciplinas de Educação Moral e Cívica e Atividades Extracurricular.

“A acolhida do povo angolano é calorosa e cheia de encantos, são musicais e valorizam muito sua cultura. A alegria e a fé sobressaem às dificuldades que os angolanos vivem.” – Afirma a psicóloga.

Esses dois belos exemplos enxergaram o intercâmbio com uma visão social, uma oportunidade de contribuir com países mais problemáticos. Que esta notícia sirva, não só para reconhecer o trabalho dessas jovens, mas também para inspirar mais profissionais a seguirem a missão de Dom Bosco: levar o bem onde quer que seja necessário.

Veja aqui algumas fotos das viagens!