Pra Sempre UNISAL | Ex-Alunos
ex-aluna mestrado aprovada concurso acadepol (6)

O UNISAL tem outro belo exemplo de aprovação na prova, considerada de grande grau de dificuldade.

 

O Processo Acadepol nº. 82.018/2016 – A Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”, tem o nome de uma Ex-Aluna UNISAL na lista de aprovados. Ela é Amanda Tavares Borges, Ex-Aluna do Mestrado em Direito, da Pós-Graduação e Graduação em Direito do UNISAL.

Amanda é um dos aprovados no Processo Seletivo de Professor Temporário de Redação Oficial Policial e irá atuar na formação de novos escrivães e investigadores, na Unidade de Ensino e Pesquisa de São José dos Campos, a partir de março.

“Posso dizer que estou muito feliz, mas não surpresa. Amanda sempre foi uma brilhante Aluna desde a graduação”, quem afirma é uma das professoras de Amanda, a Diretora Operacional do UNISAL, Prof.ª Dr.ª Grasiele Augusta Nascimento.

Amanda é natural de Queluz. Ingressou no UNISAL em 1999, no Curso de Direito. Ainda no terceiro ano de faculdade, passou no Concurso Público para escrivã da Polícia Civil, foi quando se mudou para Lorena. Graduada em 2003, já se inscreveu para a Pós-Graduação em Direito Público. Não mediu esforços para voltar à casa salesiana. Após economizar no orçamento, se inscreveu no Mestrado de Direito do UNISAL, e concluiu a formação em 2016.

Ela atua na área penal, e sempre foi um desejo transferir-se de mala e cuia para a docência. Sonho realizado! O Processo Seletivo precisava de 40 professores para ministrarem as aulas neste primeiro semestre, mas pelo grau de dificuldade, nem todos passaram.  Faltaram docentes, e um novo concurso deve ser realizado para o preenchimento de vagas.

“É aí que o Curso de Mestrado foi essencial em minha vida, afirma Amanda, que foi contratada pela Faculdade do Vale antes mesmo de concluir o Curso de Mestrado. A escrivã de polícia trabalha há pouco mais de um ano na área acadêmica em uma faculdade de Direito de Cruzeiro.

Com tantos desafios superados, o de capacitar novos recrutas e reciclar policiais já concursados, será apenas mais uma tarefa para ser executada pela docente, que ainda tem um sonho de dar aula no UNISAL.

Para quem também almeja passar num concurso do tipo, a Ex-Aluna garante que os Cursos do UNISAL são diferenciais, com alto nível de empregabilidade. “Com tudo o que aprendi aqui, estudava 3 horas por dia, de uma forma organizada, o que foi possível com a ajuda e o conteúdo oferecidos pelo UNISAL”, revelou Amanda.

No retorno que fez para conceder entrevista ao UNISAL, a Ex-Aluna reencontrou a Professora Grasiele Nascimento e a responsável pelo Programa Pra Sempre, de Relacionamento com o Ex-Aluno, Adriana Neves.

CONFIRA OUTRO EXEMPLO DE APROVAÇÃO DE UM EX-ALUNO UNISAL

FOTO FRANCISCO SANNINI- CONCURSO POLÍCIAA nova Professora da ACADEPOL compartilha da mesma alegria já vivida pelo também Ex-Aluno do Curso de Graduação e Mestrado em Direito, atualmente, Professor do Curso de Direito do UNISAL, Francisco Sannini. O também Delegado de Polícia, foi aprovado em outubro do ano passado em primeiro lugar no mesmo concurso. Ele ministra várias disciplinas, dentre elas, Inquérito Policial, nas Unidades localizadas nas cidades de São Paulo e São José dos Campos.

“Quando fui aprovado no concurso para Delegado de Polícia do Estado de São Paulo, pensei que seria apenas o começo de uma carreira “concurseira”. Contudo, logo no início da Academia de Polícia, despertou dentro de mim a identificação com o cargo. Redobrei meus estudos, mas sem qualquer foco em outros concursos. Estudava e estudo todos os dias para aprender cada vez mais e ser um profissional melhor. O meu foco foi sempre o concurso para ser Professor da Academia de Polícia do Estado de São Paulo. Hoje, com muito orgulho, encerro minha ‘carreira de concurseiro’, e coloco um título muito especial em meu currículo. Agora poderei dar um pouco mais de mim para a instituição que me deu tudo que tenho”, escreveu, orgulhoso, o Ex-Aluno UNISAL em seu perfil em uma rede social, em 2016.

colacao-grau-campinas-unisal-2016

A Colação de Grau dos Alunos do UNISAL, Centro Universitário Salesiano de São Paulo – Unidade Campinas – Campus São José ocorreu em 25 e 26 de janeiro de 2017.

Quem conduziu a sessão solene foi o mestre de cerimônia Cristian Eduardo Barbosa, com a presença da Direção, Coordenação e professores. As noites foram marcadas por muita emoção e sentimento de dever cumprido, com direito a discursos, homenagens aos mestres, Alunos que foram destaque e a colaboradores do UNISAL. Foram cerca de 200 formandos e mais de 1000 convidados entre amigos e familiares.

Além dos juramentos, da Outorga de Grau e entrega dos canudos, houve um momento de reflexão realizado pela Pastoral da Universidade, que lembrou a importância da perseverança dos Alunos para conseguirem vencer os desafios e concluir mais uma etapa em suas vidas.

No encerramento das cerimônias os coordenadores de Curso e o Diretor de Operações Anderson Luis Barbosa deixaram uma mensagem especial aos Alunos parabenizando-os pela conquista.

“Foram momentos únicos e o final de uma etapa que lembrarão para sempre. Que todos os formandos possam exercer suas profissões com empenho, dedicação e responsabilidade.”

As Colações de Grau foram realizadas em parceria com a empresa Perfil eventos, foi realizada no Ginásio Poliesportivo no dia 25 e no dia 26 o local da cerimônia foi o Auditório Artêmides Zatti,

Clique aqui e confira todas as fotos da Colação de Grau de 25.01.

Clique aqui e confira todas as fotos da Colação de Grau de 26.01.

musica-pra-sempre-unisal

(Davi Coura Borges)

.

Bons momentos vivemos aqui

Neste pátio todos a sorrir

Meus amigos de coração

Agora os revejo com emoção

Tem saudade dos que se foram

Pra bem longe ou com o papai do céu

E com certeza a nos guardar

Está Dom Bosco a nos amar

Vem amigos vamos celebrar

Este encontro de amor e paz

As lembranças serão o presente

Pra alegrar o coração da gente

 

Refrão:

Vem sempre com a gente

Num alto astral

Pro UNISAL

Vem sempre com a gente

Num alto astral

Pra Sempre UNISAL

 

Clique aqui e baixe gratuitamente a música dos Ex-Alunos UNISAL!

Ao carregar a página, clique com o botão direito do mouse e, em seguida, em “Salvar como”. Depois é só curtir e compartilhar com seus amigos!

vinicius-carneiro-unisal

Alguns o chamam de Mr. Crowd, nós o conhecemos como Ex-Aluno Vinicius.

Vinicius Maximiliano Carneiro formou-se em Direito pelo UNISAL, em 2009. O nosso Egresso tem MBA em Direito Empresarial pela FGV, é especialista em direito eletrônico pela PUC (MG), com uma experiência em diferentes campos que exploram, desde de assessoria de grandes estúdios de Hollywood, por meio da MPAA (Motion Picture Association), até a vice-presidência do Conselho Deliberativo SESI-SENAI.

dinheiro-multidao-unisalMaximiliano, além de tudo, é um empreendedor, seja em seus projetos pessoais, seja em suas conquistas profissionais. Ele é autor do livro e E-book Dinheiro da Multidão, que trata sobre Financiamento Coletivo.

No último mês de setembro, o advogado esteve no UNISAL para participar da XXXI Semana Jurídica, quando falou sobre “Financiamento coletivo à luz da diversidade jurídica brasileira”, assunto no qual é referência no Brasil.

A equipe do Pra Sempre UNISAL ficou curiosa para saber mais sobre este tema, que vem ganhando tamanha proporção no país. Por isso, Vinícius foi convidado para o bate-papo especial.

Entrevista Especial

Causas sociais, produtos inovadores, startups e investimento imobiliário são algumas das frentes em que o uso do Financiamento Coletivo (crowdfunding) consegue reunir milhares de doadores/financiadores. Assim, de forma simples e rápida, há a possibilidade de tornar uma ideia real sem a burocracia dos grandes conglomerados financeiros.

De acordo com o Egresso, o Financiamento Coletivo não é um modismo, veio para ficar. De fato, mais e mais pessoas, a cada dia, decidem utilizar esse formato de exposição de seus projetos para angariar fundos. De outro lado, milhares de financiadores já estão se habituando a buscar pela Internet opções de investimento e doação usando esse formato, devido sua praticidade e agilidade se comparado aos métodos convencionais de doação que existem no Brasil. Confira a entrevista na íntegra!

.

Equipe Pra Sempre: Um Financiamento Coletivo pode ser realizado para qualquer tipo de projeto?

Vinicius: Sim. Ele surgiu para viabilizar projetos solidários, mas hoje em dia há varias opções. Percebeu-se que essa possibilidade de agregar pessoas em volta de um projeto também poderia gerar capital.

Esses projetos podem ser: campanhas de recompensa, campanhas de causas sociais, lançamento de startups e investimento imobiliário.

No último levantamento que fiz, verifiquei que cerca de 20% dos projetos que inscritos, são viabilizados.

Quando comecei a estudar o Financiamento Coletivo no Brasil, entrei em contato com as plataformas online existentes, mas ninguém queria falar sobre elas, porque não há nenhuma legislação sobre o assunto. Foi aí que eu comecei a explorar esse campo desconhecido.

 .

Equipe Pra Sempre: Como o Financiamento Coletivo está sendo regulamento no Brasil?

Vinicius: A Comissão de Valores Imobiliários (CVM) já abriu uma consulta pública para criar um regulamento para o Financiamento Coletivo, que prevê várias aplicações em diversas áreas. Eles estão sendo vanguardistas e criando um texto juridicamente complexo, se comparado a outros países.

É um conteúdo que deve ser lido por muitos profissionais, pois está tratando de temas que mudam muitas relações empresariais, com questões que o Direito Empresarial não previa. A CVM está inovando, intervindo em enquadramento de empresa e de faturamento, por exemplo.

 .

Equipe Pra Sempre: Mas a CVM tem poder para isso?

Vinicius: Tecnicamente sim, juridicamente não. Mas, se ela não fizer isso, o mercado para. E ninguém irá barrar.

Um fato interessante é que a CVM está seguindo meu livro “Dinheiro da Multidão”. Alguns representantes da Comissão entraram em contato comigo antes de sair a consulta pública e me convidaram para participar dela. Foi uma surpresa! Agora eu preciso escrever um artigo técnico com uma análise do texto da CVM.

 .

Equipe Pra Sempre: Qual a relevância para sua carreira participar dessa consulta pública?

Vinicius: Inovação. Não tem ninguém falando disso com foco para o mercado. Ou seja, a CVM divulga as regras e eu aponto as consequências e a viabilidade de cada uma delas do  ponto de vista do mercado.

E todos podem participar dessa consulta. Todos têm a oportunidade de analisar e dar a opinião, de maneira embasada, sobre o texto que se tornará lei. Para os alunos de Direito essa é uma grande chance de participar, pois todas as contribuições ficam registradas. Mas nem todos os órgãos colocam projetos de lei em consulta pública.

De acordo com o site oficial do Governo Federal, as consultas públicas são processos democráticos para construção conjunta de políticas públicas entre governo e sociedade. Com a colaboração dos cidadãos, empresas, movimentos e organizações da sociedade as ações e programas do governo poderão atingir seus objetivos e ser aprimorados de acordo com as demandas coletivas.

.

Equipe Pra Sempre: Você acredita que essa regulamentação do Financiamento Coletivo representará oportunidade para surgimento de novas profissões?

Vinicius: Sem dúvidas. O Financiamento Coletivo abre muitas possibilidades para a economia de maneira geral, pois abrange questões relacionadas aos impostos, às possibilidades de assessoria, aos trabalhadores indiretos etc. Eu acredito que, em breve, haverá escritórios especializados em Financiamento Coletivo com múltiplas áreas, que tenham economista, advogado, profissional de marketing, administrador, dentre outros.

.

Equipe Pra Sempre: As plataformas online que já existem de Crowdfunding seguem alguma regulamentação?

Vinicius: Ainda não. Elas se amparam em uma estrutura comercial de intermediação de negócios. São sites que fazem o intermédio entre quem quer investir em um projeto e quem quer criar um projeto, e recebem uma comissão se o projeto for viabilizado. O problema é que, para esses sites, projeto viabilizado é aquele que pediu uma quantia e arrecadou. Eles não vão verificar se aquela proposta realmente foi colocada em prática. Hoje, há uma lacuna legal no Brasil com relação a isso. Então ainda é preciso fazer algumas interpretações tendo como base as leis que já existem, no que se refere à responsabilidade civil, direito do consumidor… São analogias.

O assunto não para por aqui…

Acesse qui o áudio da palestra que Vinícius realizou durante a Semana Jurídica. Aproveite para baixar o E-Book Dinheiro da Multidão gratuitamente!

geg-lorena (11)

“Se o Google tivesse um rosto, eu diria que ele seria como o Vinicius Anjo. Ou seja, divertido e comunicativo”. A fala é do Ex-Aluno de História e docente, Prof. Me. Diego Amaro, que palestrou na 1ª edição do Encontro de Educadores Google, realizada neste dia 11 de junho de 2016, no UNISAL Lorena.

O desafio trazido pelo time de Lorena é aliar a tecnologia à sala de aula. Como fazer com que jovens alunos usem os celulares, tablets e todas as ferramentas de última geração para o desenvolvimento de pesquisa e, consequentemente, para o crescimento intelectual.

A iniciativa oferece uma plataforma para que os educadores colaborarem mutuamente. “É uma troca de ideias que permite ajudar colegas a atender melhor as necessidades dos alunos por meio de soluções tecnológicas, dentro e fora da sala de aula”, afirma o site do Grupo.

As atividades do GEG acontecem online e offline. Nesse espaço de aprendizado os educadores podem discutir juntos e conhecer uns aos outros por meio do Google+.

Em Lorena, o evento foi realizado com o apoio do Programa de Relacionamento com o Ex-Aluno que é o elo entre UNISAL e GEG Lorena, com patrocínio do Espaço Ação e Prevenção da Terapeuta Ocupacional Juliana Darrigo e Casa de Frios Frilat da empresária Luiza Sene, que oportunizou aos participantes do evento material e kit lanche.

Liderados pela Ex-Aluna Walquíria Silva, o time de membros da Liderança Adriana Neves, Thiago Borges e Antonio Marcos e Marciela Castro planejou tudo para tornar possível esta primeira edição, reunindo educadores de várias áreas e locais.

Nem mesmo as temperaturas baixas do outono vale paraibano espantaram os 30 participantes. Os irmãos e professores “Paixão” estiveram na formação, pois pretendem aperfeiçoar em suas ações e aprender com outros educadores. Débora já ministrou aulas de robótica e Rafael (também Egresso UNISAL) implantou a EAD em uma empresa.

Um Ex-Aluno entende a importância de utilizar o conteúdo absorvido durante os anos de formação para ajudar na construção de uma sociedade melhor. Foi com esse objetivo que Diego Amaro compareceu ao evento. Em 40 minutos, ele falou sobre a atual experiência em Ensino Híbrido e de que forma esse método se mostra como sendo o futuro da educação.  “É um desafio, pois a implantação deste modelo de forma integral pede mudança de estrutura, currículo e postura”, revelou o docente.

Além dele, Vanessa Polli e Vinicius Anjo, Líderes GEG São José dos Campos, também mostraram por qual motivo vieram. Vanessa falou sobre o “Uso Consciente das Tecnologias” e Vinicius contou sobre as experiências que ele teve com a Tecnologia Google em sala de aula.

geg-lorena (17)

Ex-Aluna e Líder GEG Lorena, Walquíria Silva.

Para Walquíria, reunir educadores do ensino básico ao ensino superior nesta primeira edição, para compartilhar ideias, inspirar projetos, capacitar para uso de soluções tecnológicas dentro e fora da sala de aula foi um tanto desafiador ao time, mas ao mesmo tempo um sonho possível e a certeza de que conectados podemos mudar a educação.

“Independentemente do sistema de ensino, do âmbito em que se atua o encontro nos possibilitou ter uma visão global do quanto a educação tem urgências e que em Lorena e Região temos aproximadamente de 30 a 60 educadores que entenderam a essência do GEG´s e sua importância para que esta transformação aconteça. Foi um primeiro passo, na construção de um grupo que deseja transformar a educação.” – afirma a Psicopedagoga.

Saiba mais sobre os GEGs:

Qualquer pessoa pode participar do GEG: diretores, administradores de escolas, professores, alunos ou pessoas interessadas em usar os produtos do Google para ajudar as pessoas a aprender. Cada grupo é organizado por um voluntário local (líder do GEG) e é totalmente independente do Google enquanto corporação.

Em agosto e outubro irão acontecer novos encontros, em diversos espaços atendendo as solicitações dos membros.

Informações:

Google PlusFacebook ou pelo e-mail walquiria.geg.lo@gmail.com.

Confira mais fotos do 1º encontro aqui e no Álbum no Facebook do UNISAL Lorena.

 

Ex-Alunos-UNISAL

O termo “EX” é conhecido por todos. Muitas vezes dá até a ideia de algo negativo, que não faz mais sentido ou que não repercute qualquer efeito.

Este texto tem a intenção de trazer a você, Ex-Aluno, uma nova ideia sobre este prefixo, porque a palavra nos abre infinitas possibilidades de interpretação que vão além das definições de dicionários e órgão oficiais.

O Dicionário Proberam define a palavra ex dessa forma: “quando unido por hífen a um substantivo, indica que o nome indicado deixou de ser aquilo que era (ex-mulher) ou de exercer o cargo ou função que tinha (ex-presidente)”.

Pra o MEC “entende-se como egresso a pessoa que efetivamente concluiu os estudos, recebeu o diploma e está apto a ingressar no mercado de trabalho”.

Mas, se tratando de uma instituição católica e salesiana, nós do UNISAL precisamos compreender o porquê de se defender a palavra EX.

Par nos ajudar nisso, contamos com o documento escrito por Eduardo Cavalcante, 3º Vice-presidente Mundial dos Ex-Alunos e Ex-Alunas de Dom Bosco:

Tudo começou em 24 de junho de 1870 na festa de São João Batista e dia onomástico de Dom Bosco. “Reuniram-se oficialmente uma dúzia de antigos alunos, escolheram como líder o simpático e generoso Carlos Gastini, que considerou sempre o oratório como sua segunda família, comprometeram-se a buscar um maior número de aderentes; escolheram depois uma comissão para melhor organizar manifestações anuais de afeto e gratidão”. (LRM p. 607)

Conforme Cavalcante, ser Ex-Aluno vai além de ter uma lembrança nostálgica do tempo em que frequentava a obra salesiana como aluno. Significa se comprometer em multiplicar a educação recebida para a sociedade, bem como participar da missão salesiana no mundo.

Os Ex-Alunos são aqueles que por terem frequentado um oratório, uma escola ou qualquer parte da Obra Salesiana, receberam nela uma preparação para a vida segundo os princípios do Sistema Preventivo de Dom Bosco.

Ao contrário que o dicionário apresenta, um Ex-Aluno do UNISAL nunca deixa de ser um membro dessa grande família.

Portanto, no UNISAL são considerados Ex-Alunos todos aqueles que concluíram algum dos cursos de Graduação e Pós-Graduação, estão aptos a exercer a profissão de modo que por onde passam levam o carisma salesiano e o jeito de tornar o mundo um lugar melhor.

Que todos tenhamos o orgulho de sermos considerados Ex-Alunos e que possamos viver nossa missão com o entusiasmo salesiano, um diferencial para a toda a vida.

Um Ex-Aluno é, sem dúvidas, Pra Sempre UNISAL.

5-dicas-networking-unisal

Pense em um manual do bom profissional. Pensou?

O Programa PRA SEMPRE adianta que neste material deve haver um item importantíssimo: a construção da carreira.

A atividade até parece simples, repleta de paixões, desejos, ambições saudáveis e cheias de aventura, mas  requer planejamento e foco no objetivo principal.

Saber se conectar com as pessoas certas é  sinônimo de passos  largos em direção ao sucesso. Por isso fala-se tanto em networking. Mas você sabe o que é o verdadeiro networking?

Muita gente trata o networking como sendo algo interesseiro, um caminho de via única. Antes de iniciar efetivamente as dicas é necessário destacar que o verdadeiro networking exige troca e abertura para  o desconhecido, além de se colocar a disposição do outro.

Para Andrew Vest “O verdadeiro networking ocorre quando há um entendimento de que todos têm igual valor. Em sua forma mais pura, é sobre pessoas aproveitando o contato com outras pessoas para comunicar paixões e se conectar com outras pessoas que compartilham essas paixões.”

Após a leitura do texto “How To Network The Right Way: Eight Tips”, é possível reunir os pontos mais importantes em 5 dicas que irão contribuir para que você realize um networking eficaz e verdadeiro.

1. Comece antes de precisar

Muitas pessoas se atentam ao networking somente quando precisam – por exemplo, de um emprego, de uma parceria ou de um investimento. Nesse momento, as pessoas identificam quem são aqueles que estão somente interessados em ter algo em troca. É necessário enxergar o networking, não como uma fase, mas sim como uma postura que deve ser adotada constantemente.

Quando você não está, diretamente, focado em um objetivo, as relações e as trocas fluem naturalmente. Em muitos casos ocorre exatamente o contrário: ao invés de você buscar a oportunidade com o networking, é o networking que vai gerar uma oportunidade.

2. Participe de outros eventos

Expandir a mente e as relações é uma atitude saudável e profissional em todos os sentidos. É preciso ter consciência de que enquanto você se relacionar com as mesmas pessoas e ir nos mesmos lugares você terá as mesmas informações.

Participe, sempre que possível, de eventos, projetos e cursos, sejam eles da sua área ou não. E, principalmente, interaja com pessoas diferentes de você. É na diversidade que ocorrem as melhores experiências.

3. Não julgue para não ser julgado

Isso vale para a vida! Não menosprezar o que o outro tem para te oferecer é algo essencial na construção do caráter.

Muitas pessoas que, às vezes, julgamos não ter nada a nos oferecer, podem ser aquelas que irão nos surpreender, em vários aspectos. Afinal de contas, o conhecimento não é único. Além disso, elas podem também estar precisando de uma ajuda extra.

4. Faça conexões

Quando utilizamos a palavra networking para nos referir à rede de contatos, não é à toa. Você já viu uma rede com somente dois fios se conectando?

Para que o verdadeiro networking funcione é preciso pensar em várias conexões. Mesmo que você não consiga ajudar diretamente o outro, pode conhecer alguém para indicar. Neste contexto é preciso muito mais que uma boa memória como também uma pré-disposição em conhecer as pessoas e fazer uso da empatia.

5. Cumpra suas palavras

Se você disser que vai fazer algo, faça! Seja uma ligação para indicar alguém, seja para enviar seu currículo. As pessoas que cumprem sua palavra, por mais simples que seja, demonstram credibilidade, organização e respeito pelo outro.

A partir dessas, você pode realizar diversas outras atitudes que irão contribuir para o verdadeiro networking. Pense nisso e crie suas próprias regras. Como todo hábito, um dia isso se tornará uma excelência. Quando você perceber muita coisa irá acontecer naturalmente. Você vai perceber o quanto tem influenciado positivamente na vida de outras pessoas.

Esse é o verdadeiro ganho. Pense que o que você receber em troca é o meio, não o fim.

O PRA SEMPRE também é isso: uma rede de milhares de profissionais que se unem em uma mesma filosofia! Acesse o site do programa para saber como melhorar seu networking.

Adriana Neves concluiu o MBA em Gestão de Pessoas no UNISAL Lorena em 2014. Atualmente é Assistente de Comunicação e Marketing.