reuniao obs. violências nas escolas-  1ª reunião delegada Adriane Gonçalves (11)SITEEm 2017, o grupo atendeu 2.259 pessoas em suas atividades

O Grupo Observatório de Violências nas Escolas do UNISAL, em Lorena, promoveu neste dia 27 de março de 2018 a 1ª reunião de 2018, com o tema Relações Intrafamiliares: toda família é segura?

A palestrante do dia foi a Ex-Aluna UNISAL, a Delegada de Polícia do Estado de São Paulo e Titular da Delegacia da Mulher de Lorena, Adriane Gonçalves.

Antes, porém, a Professora Doutora Sônia Maria Ferreira Koehler, Coordenadora do Observatório de Violências nas Escolas, UNISAL/Lorena, apresentou um balanço das ações do grupo. Entre oficinas, reuniões de grupo, fóruns, palestras e grupos de estudo, 2.259 pessoas foram atendidas pelas ações do Observatório em 2017. “De certa forma podemos entender que tocamos todas essas pessoas com a cultura de paz e não promoção da violência”, revelou a Professora ao longo de sua fala.

Cerca de 100 pessoas participaram da 1ª reunião de 2018, entre Alunos, Professores da rede pública e particular de ensino e demais convidados. A reportagem da Tv Canção Nova aproveitou o evento para conversar sobre as motivações de violência com a Delegada e Ex-Aluna. A pauta foi a intervenção militar no Rio de Janeiro, Confira a reportagem.   Além da apresentação das pesquisas promovidas pelos Alunos sobre relações interculturais, infância, juventude, gênero e raça, políticas públicas, entre outros assuntos, na reunião também foi anunciada parceria com o Curso de Direito, para a fomentação de pesquisas entre os Alunos do curso no Observatório, e também o apoio da Pastoral da Universidade (PdU) com ações solidárias para a diminuição da violência e a disseminação da cultura de paz em Lorena e região.

Sobre o Observatório de Violências nas Escolas

A UNESCO Brasil mantém, desde 1997, uma linha de pesquisa que focaliza os seguintes temas: juventude, violência, cidadania e vulnerabilidade social.

A criação do Observatório de Violências nas Escolas-Brasil – parceria estabelecida entre a UNESCO e a Universidade Católica de Brasília (UCB) e o UNISAL – tem as funções de incentivar a pesquisa, o ensino e a extensão, propor recomendações às políticas públicas, além de desenvolver estratégias de prevenção e combate à violência escolar.

No UNISAL, o Grupo de Pesquisa foi implantado em 2005, sob Coordenação da Prof.ª Dra. Sonia Maria Ferreira Koehler. Sendo assim, o UNISAL faz parte de um grupo de universidades que trabalham em conjunto na forma do termo de Cooperação Técnica, Científica e Cultural, compondo a Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, criada pela UCB e aprovada em 2008.

Equipe de trabalho e pesquisa do Observatório

Um Grupo Interdisciplinar, integrado por professores e acadêmicos dos Cursos de Pedagogia, Direito, Psicologia, Matemática e também diferentes instituições de ensino, educadores, professores, coordenadores e diretores de escola, está cadastrado desde 2005 junto ao Conselho Nacional de Pesquisa CNPq.

Coordenadora do Observatório de Violências nas Escolas

Profª. Drª. Sônia Maria Ferreira Koehler

Pesquisadora Auxiliar

Profª. Me. Jéssica de Sousa Villela

Psicóloga Colaboradora

Ewellin Valesca Rodrigues dos Santos

Estagiários

Ana Carolina Silveira Costa

João Vitor Diamantino Corrêa Barbosa

Bolsistas CNPQ

Johny Oliveira Bento

Larissa Campos Rezende

Sabrina da Silva Corrêa

Tatiane Siqueira Modesto Gonçalves

Conheça mais sobre o Observatório de Violências nas Escolas

(12) 3159-2033 – Ramal 279/ obsviolencia@lo.unisal.br