eleicoes-2

O evento também marcou o lançamento da Cartilha de Eleições

No último dia 19 de agosto de 2016 foi realizada uma Mesa-Redonda sobre Eleições 2016 no UNISAL Lorena. O evento institucional teve a intenção de levar ao público uma reflexão sobre o ano de mudança política nas urnas, instabilidade no cenário econômico e até social.

“No ato da inscrição, pedimos aos participantes que escrevessem o que pensam sobre as Eleições. Essas centenas de frases de Professores de todos os Cursos do UNISAL e também dos participantes foram exibidas no telão, no início do evento, no sentido de valorizar a participação de todos nesse momento democrático”, afirmou o Setor de Comunicação e Marketing do UNISAL.

Estiveram presentes como parceiros do evento, cerca de 430 pessoas, entre Alunos e Ex-Alunos do UNISAL de diversos Cursos de Graduação, Mestrado em Direito, Cartório Eleitoral, Tribunal de Justiça de São Paulo, SEMESP (sindicato das mantenedoras do ensino superior)  público externo representado por membros da sociedade civil (Associações de Moradores de Bairro, Movimento Lorena pela Vida, Conselho Municipal de Juventude, IEV (Instituto de Estudos Valeparaibanos), Professores e Colaboradores do UNISAL. A imprensa foi representada nessa primeira edição do evento por jornalistas da Revista Acontece, Rede Aparecida de Comunicação, Tv Canção Nova, Rádio Metropolitana, Jornal Atos, Testemunha Ocular, Portal Agora Vale, Lorenense Portal de Notícias, Conect Car SP/Rio 90,7 FM,  Portal Meon, Jornal Notícias, Portal Vale do Paraíba.com, Jornal o Vale, Rádio Clube de Guaratinguetá AM e FM, além da Tv Vanguarda.

A imprensa também foi comunicada antecipadamente sobre o pronunciamento da importância de estar inserida em uma discussão de tamanha importância, como é o caso das Eleições. A leitura da carta foi feita pelo jornalista da Rede Aparecida de Comunicação, Felipe Melo.

O Hino Nacional foi apresentado por dois artistas de nossa Região. No ritmo voz e violão, a letra foi mostrada pelos cantores Najlla Abdul e Davi Coura, ambos Ex-Alunos UNISAL.

Em seguida, houve a formação da Mesa-Redonda.

A roda de conversa foi composta pelo Prof. Tadeu Miranda, Coordenador do Curso de História do UNISAL, mediador da mesa  e que falou sobre a herança política e os reflexos no cenário atual do Brasil.

A cobertura da imprensa no período das eleições, como deve ser a postura do jornalista  e do veículo de informação que irão levar informação a todos os eleitores, foram temas trazidos pelo  jornalista Moura Reis,   da Associação Brasileira de Imprensa- a ABI/ atual diretor da sede em São Paulo .

O posicionamento do Tribunal Regional Eleitoral, a biometria, o  Voto Consciente, 1 e 2º turnos, Criação de Partidos, correria da apuração foram situações trazidas pelo  juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral de São  Paulo e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia.

A  Responsabilidade Civil e Administrativa do Gestor público foi tema da fala do Mestre em  Direitos sociais, econômicos e culturais pelo UNISAL , e também especialista em Direito Eleitoral,  Prof. Savio Chalita.

E, por último, a Igreja na formação de eleitores, quais conceitos de cidadania adotados pela doutrina religiosa, com o Professor do UNISAL Lorena e Coordenador da Pastoral Universitária, Padre Ilmário Pinheiro.

Os palestrantes foram unânimes em dizer que o Brasil precisa fazer de 2016 um ano de mudança política, apesar de saberem da descrença de políticos e eleitores.  A urna eletrônica, na qual  será depositado o voto de mais de 140 milhões de brasileiros, foi trazida para demonstração do público pelo Cartório Eleitoral de Lorena.

A descrença no atual momento e a nossa herança política tão atrelada à corrupção foram temas trazidos em uma reportagem especial que você pode conferir aqui.

O público pode interagir por meio de perguntas escritas e encaminhadas ao mediador da Mesa-Redonda. Ao final da roda de conversa, foram trazidos aproximadamente 50 questionamentos. Alunos da História indagaram os palestrantes sobre como o atual sistema de voto pode influenciar no cenário político. A turma do Curso de Ciências Contábeis questionou sobre a forma com que a divisão de contas por municípios influencia no orçamento e desenvolvimento do país. Houve também perguntas de representantes da Pedagogia e Psicologia  ao palestrante Moura Reis sobre o fato dele desaprovar a eleição do deputado federal Tiririca (PR), já em seu segundo mandato.

O professor Tadeu Miranda, mediador da mesa,  fez uma compilação das perguntas e reformulou-as em forma de questionamentos aos palestrantes. O professor de Ciências Contábeis, Wagner Godoi, acredita que a forma com que foram respondidas as perguntas não atendeu ao pedido do público.

Já a Aluna do Curso de Pedagogia, Fernanda Santos, achou muito bacana o evento e acredita que poderia ser feita uma roda de conversa assim para os candidatos também.

A Mesa-Redonda teve continuidade com a apresentação do projeto de conclusão de curso da Aluna do 4º ano do Direito, Marina Oliveira. Ela fez a leitura de um texto sobre o tema de seu projeto.  “A política brasileira é o ponto chave do nosso cotidiano. Somos diretamente influenciados pelas leis, pelos regimentos, pela administração pública. Tudo é movido pelos direitos neste país e acredito que este é o motivo pelo  qual ele se mantém em pé”, afirmou a Aluna durante a leitura.

cartilha-2016-curva.cdrO UNISAL concluiu a primeira edição com o lançamento  de uma Cartilha sobre as Eleições, um projeto que contou com a participação de todos os Cursos da Unidade Lorena.

Foram impressas 1.500 cartilhas e cada participante do evento recebeu o seu exemplar. “A intenção é fazer com que todos os estudantes, pais, ou seja, todo tipo de público, tenha acesso a esse assunto”, revelou Maria Aparecida Alkimin, coordenadora do Mestrado, um dos Cursos envolvidos no projeto.

A edição especial também pode ser encontrada na versão online. O material é totalmente gratuito e serve como um manual de fácil leitura. Acesse aqui ou no site do UNISAL.

Confira as fotos do evento!