Livro-Diego-Amaro

 Lançamento oficial do livro do Ex-Aluno aconteceu em Bananal, onde ela passou a maior parte da vida

A trajetória da mulher, considerada a Matriarca do Café e da cidade de Bananal, ganhou uma versão atualizada. A obra “Maria Joaquina de Almeida, a Senhora do Café”, teve o lançamento oficial no dia 23 de julho, na Fazenda Boa Vista, em Bananal (SP), residência oficial da mulher que dá nome ao livro.

Dezenas de pessoas, entre família, amigos, turistas estiveram presentes acompanhando a apresentação oficial do projeto.

O Professor, Mestre em História Social, Diego Amaro de Almeida, autor da obra, falou por cerca de 30 minutos sobre o que o motivou a investir na história do gênero e na vida de Maria Joaquina.

“Foram muitas vindas à Fazenda, e algo sempre me instigava a ir além. Até que uma grande amiga, Graziela Silva, disse-me: você deve escrever um livro. Então, dediquei-me ao projeto”, revelou Diego.

Acompanhado de sua irmã mais nova, Maria Clara, Diego fez questão de agradecer aos presentes pelo apoio e incentivo à pesquisa.

A mulher que dá nome ao livro morreu ainda no século XIX e também já não tem mais parentes vivos, ainda assim, está presente em cada parte de Bananal. A história que se passa no período do café busca descrever os anseios da mulher do passado, que, em muitos casos, se assemelham à mulher do futuro. (Leia mais sobre o livro abaixo.)

O Pesquisador do UNISAL e também Ex-Aluno também destacou a importância do apoio da instituição, do IEV (Instituto de Estudos Valeparaibanos), da Academia de Letras, da Fazenda Boa Vista, da Editora Mariana Bastos, aos professores e Colegas do UNISAL e, em especial, à família, para a construção do livro, e para que esta publicação pudesse perpetuar a história de uma cidade que já liderou a economia por meio da cultura do café e hoje é lembrada pela sua pacatez colonial.  “Esse livro não é somente meu, é também de muitas pessoas que estiveram e estão comigo desde antes desse projeto nem pensar em ser um livro. Essa obra é de todos vocês”, disse Diego Amaro.

A apresentação também contou com a participação bem-humorada do Professor, Coordenador do Curso de História do UNISAL Lorena e amigo pessoal do autor, Antonio Tadeu de Miranda. “Parabenizo ao escritor Diego Amaro pela insistência em escrever sobre algo tão distante de nós, mas que guia nossos dias até hoje, parabéns por acreditar na história”, disse Tadeu.

Após a apresentação do livro, houve uma sessão de autógrafo e muitos registros fotográficos.

O autor já pensa na próxima obra, a lenda de Maria Augusta, conhecida popularmente como sendo a “loira do banheiro”.

Maria Joaquina de Almeida, a Senhora do Café Diego

Sobre o livro

“Maria Joaquina de Almeida, a Senhora do Café”, é resultado do trabalho que teve como intuito documentar, analisar e compreender melhor a vida dessa mulher, fazendeira  de café do Vale do Paraíba, à luz dos preceitos emanados da História de Gênero.

Maria Joaquina viveu na segunda metade do século XIX, viúva do Comendador Luciano José de Almeida, rico cafeicultor bananalense que fez fortuna no segundo quartel daquele século, ficou conhecida popularmente como a “Matriarca de Bananal”.

O livro procura-se articular a história de vida da fazendeira à conjuntura econômica do período de formação e consolidação da cafeicultura em Bananal (SP), e assim entender como se deu sua atuação como administradora destes negócios no âmbito das relações sociais que regravam a atuação das mulheres naquele período.

“Apresentamos um retrato da mulher e o seu contexto social, especificamente em um espaço regional, caracterizado pelo período de ouro do desenvolvimento econômico do café no Império do Brasil, numa sociedade marcada pela estrutura patriarcal. Nesta sociedade, por várias vezes a mulher precisou romper limites, adequar situações, superar determinações fixadas em um imaginário em que prevaleciam as regras elaboradas e estabelecidas como padrão a partir do universo masculino”, afirma o professor.

O livro, lançado e produzido pela Editora Mariana Bastos, e imprimido pela Editora Santuário, está sendo vendido a R$35 e pode ser adquirido pelo e-mail diegoamaro23@gmail.com.

Sobre o autor

Diego Amaro de Almeida, Mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2014), Licenciado em História pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo (2009). Atualmente é Professor de Sociologia e de Políticas Públicas e Legislação Educacional do Centro UNISAL de Lorena (2014), Pesquisador do Portal valedoparaíba.com (2008), Assistente do CESAPER-Centro Salesiano de Pesquisas Regionais – Prof. José Luiz Pasin (2010), Assistente da Coordenação do Curso de Licenciatura em História – UNISAL (2011). Tem experiência na área de História Regional e Local, com ênfase na História de Gênero. Membro do IEV-Instituto de Estudos Valeparaibanos (2007), onde ocupa o cargo de tesoureiro, realiza junto ao IEV atividades do NEPA – Núcleo de Estudos Patrimoniais e Ambientais (2010) representando o Instituto de Estudos Valeparaibanos junto a COMPHAC – Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural em Lorena. Membro da Comissão de Organização dos Simpósios de História do Vale do Paraíba evento realizado anualmente pelo IEV. Membro efetivo da Academia de Letras de Lorena (2015).

Clique aqui para ver as fotos do lançamento!