talita-janine

Muito se fala sobre a necessidade do profissional não se limitar à sua região e se possibilitar conhecer outras culturas e costumes. Os Ex-Alunos do UNISAL, além de buscar o intercâmbio cultural, vêem em uma viagem para outros países a oportunidade de fazer o bem.

A gente sabe que o Dia do Voluntariado é somente em agosto, mas há cidadãos que gostam de praticar esse exercício social todos os dias.

Hoje esta notícia é dedicada a dois belos exemplos de cidadania e salesianidade.

adriele-carvalhoAdriele Carvalho

Formada em Psicologia em 2010, esteve na Nigéria em 2011. O objetivo inicial era apenas fazer um intercâmbio, mas o acesso à nova cultura impactou nossa Ex-Aluna ao ponto dela ingressar  em uma ONG com o foco no combate ao HIV.

“A princípio, fiquei na dúvida se ia para o Leste Europeu ou para a África. Após algumas pesquisas, optei pela Nigéria. O trabalho me fez ver que somos impotentes perante alguns problemas, mas também me fortaleceu para outras decisões.” – Afirma Adriele.

Para ela a escolha foi certeira.  O impacto social teve mais reflexo em sua vida que na vida daquelas pessoas. “Foi lá que eu decidi fazer o Mestrado em Políticas Públicas”.

talita-janine-4Talita Janine

Formada em Psicologia em 2015. Atualmente está na Angola, na cidade de Luena, que fica na província de Moxico.

O Intercâmbio faz parte do Projeto de Voluntariado Missionário Salesiano. Com ela há outras voluntárias no trabalho, sendo uma do Brasil e três da Argentina. Ela está realizando um trabalho de acompanhamento psicológico de meninas de um Centro de Formação Estudantil e Profissional, chamado Sacassanje. Talita também está atuando como docente no Centro Educativo Dom Bosco, onde acompanha 7 turmas nas disciplinas de Educação Moral e Cívica e Atividades Extracurricular.

“A acolhida do povo angolano é calorosa e cheia de encantos, são musicais e valorizam muito sua cultura. A alegria e a fé sobressaem às dificuldades que os angolanos vivem.” – Afirma a psicóloga.

Esses dois belos exemplos enxergaram o intercâmbio com uma visão social, uma oportunidade de contribuir com países mais problemáticos. Que esta notícia sirva, não só para reconhecer o trabalho dessas jovens, mas também para inspirar mais profissionais a seguirem a missão de Dom Bosco: levar o bem onde quer que seja necessário.

Veja aqui algumas fotos das viagens!