miguel-ex-aluno-unisal-canvas1

Recém-formados do UNISAL prometem te dar a resposta.

Administrar dentro e fora do UNISAL. Os Ex-Alunos de Administração, Rodolfo Rosa e Miguel Valente, sabem bem o que é isso. Ao longo dos 4 anos de curso na Unidade Lorena foram alunos atuantes. A prova é que nem bem  concluíram a graduação, em 2015, e já fizeram questão de transmitir seus conhecimentos aos futuros colegas de mercado.

No dia 03 de março, Rodolfo ministrou a palestra “Qualidade máxima no atendimento ao cliente” para os alunos do 2º ano de Administração – matutino.

Já Miguel Valente ministrou um minicurso sobre Canvas para os alunos de Logística e RH no dia 09 de março. Ao longo de um bate-papo para lá de informal ele repassou aos alunos algumas dicas sobre Como estruturar seu modelo de negócio. Miguel não podia fugir à vocação do UNISAL, de ser uma instituição empreendedora e inovadora.

Ele tem sua imagem atrelada ao Centro de Empreendedorismo do UNISAL. Em 2014, participou do workshop Tirando Ideias do Papel e do StartUp Weekend, em Itajubá (MG).

rodolfo-ex-aluno-unisalRodolfo e sua família mantêm uma empresa de confecção de uniformes e atendem clientes dos mais diversos seguimentos. “O segredo talvez esteja, não somente na  qualidade e profissionalismo, mas no bom relacionamento”, destacou Rodolfo em um dos momentos da apresentação O Ex-Aluno ingressa num mercado desafiador. Tudo bem que há algum tempo os uniformes profissionais deixaram para trás aquela imagem que tinham no passado, muitas vezes, em virtude da utilização de tecidos de baixa qualidade que causavam desconforto, além de uma grande falta de preocupação com a estética. (dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção).

Esses são alguns dos Ex-Alunos que demonstram, na prática, que o UNISAL forma profissionais atentos às necessidades do mercado com criatividade.

O Empreendedorismo nas oportunidades

Além de Rodolfo e Miguel, há outro belo exemplo de empreendedorismo gerado a partir de uma oportunidade. É o caso do empresário, Paulo César Amaro,  de São Paulo,  que trabalhava com moda feminina, mas, em 2002, percebeu uma carência de uniformes profissionais no mercado. Foi então que ele usou R$ 100 mil do caixa da antiga empresa para abrir uma confecção especializada em uniformes corporativos personalizados. Hoje, a empresa faz 300 tipos de uniformes e produz, em média, 15 mil peças por mês. Entre os clientes da empresa estão bares, restaurantes, hospitais e hotéis. Em 2014, a empresa de Paulo César Amaro faturou R$ 1,8 milhão e, para este ano, o empresário planeja lançar uma linha de calçados para acompanhar os uniformes e aumentar ainda mais o número de clientes. (fonte: G1).

Que venham outros exemplos…

Envie você também sua história! Teremos prazer em compartilhá-la.