armadilha-conhecimento

Armadilha do Conhecimento tem sido um dos assuntos mais comentados da atualidade! Mas, você sabe o que ela é?

Antes de entrarmos em sua definição, vamos entender um pouco melhor o seu comportamento!

Você pesquisa muitos artigos que expliquem diversas formas diferentes de realizar uma tarefa antes de executá-la? Fica inquieto até comprar um novo livro que o guru da sua área de atuação acabou de lançar? Sente-se impaciente até assistir as aulas de um recém lançado curso que promete revelar técnicas para resolver um problema do seu segmento de atuação? Espera ansiosamente por uma brecha de tempo para ver ao último vídeo daquele especialista que segue no Periscope? Procura por cursos de extensão, especialização, pós-graduação e mesmo assim fica com a sensação que ainda não tem conhecimento suficiente e ainda falta algo para obter resultados consistentes?

Se você respondeu sim a alguma das perguntas anteriores, tenho uma boa e uma má notícia para você!

A boa é que você não é o único. A má é que existem grandes chances de que você esteja sendo vítima da Armadilha do Conhecimento.

Inúmeros empreendedores e profissionais de diversas áreas tem sentido suas vidas impactadas por resultados negativos e baixa produtividade decorrentes do que chamamos hoje de Excesso de Informação, ou para os que preferem termos em inglês, Overload Information.

Segundo pesquisa realizada pelo IBOPE Media em 3 países, um terço dos profissionais se sentem sobrecarregados com a quantidade de informações que lidam diariamente. Você conhece algum que se sinta assim? Eu conheço muitos e me incluo entre eles.

A era Google e a popularização da internet estimulou pessoas e empresas a produzirem materiais gratuitos a todo momento como fator estratégico de seus negócios, inundando de informação quem se interessar.

Em recente pesquisa realizada pela Cisco Visual Networking Index (VNI), observou-se que o tráfego de dados na internet em apenas um dia de 2013 equivale ao tráfego do ano todo de 2001. Ainda não se sabe os números atuais, mas você tem alguma dúvida que são muito superiores aos da pesquisa?

Gradativamente, consumir conteúdo passou a ser uma necessidade para muitas pessoas (principalmente as mais perfeccionistas), como se algo sempre ainda precisasse ser aprendido antes de realizar qualquer atividade ou se tomar uma decisão. O resultado desse ciclo sem fim é um só, a inércia.

Entenda que não há nada de errado em querer sempre aprender, muito pelo contrário, essa é uma característica imprescindível para qualquer empreendedor. O problema é o que realmente motiva a busca por conhecimento. A vontade de descobrir novos horizontes ou a insegurança de colocar o time em campo e ir para a guerra?

Recentemente passei por uma situação onde ficou bem evidente que eu havia sido pego e era prisioneiro da Armadilha do Conhecimento. Nessa situação recebi a notícia de que precisaria criar e produzir um anúncio em vídeo às pressas para um cliente. Eu teria 48h para entregá-lo. Obviamente, dentro desse período não seria possível criar nada digno de um Emmy, mas certamente algo com qualidade aceitável era esperado.

Trabalhar como Dj muitos anos me garantiu boa experiência na edição de áudio e vídeo, além de ter desenvolvido desde a infância certa facilidade (eu acho…rs) em escrever. Essas características acabaram garantindo com que essa tarefa fosse delegada a mim.

Para surpresa de todos, inclusive a minha, já com o prazo correndo para entrega do projeto, me vi pesquisando incansavelmente por tutorias e aulas sobre como gravar vídeos profissionais, truques, sacadas etc. Com o prazo comprometido e sem ter saído do lugar, me dei conta da besteira que estava fazendo. Naquele momento não havia mais tempo para aprendizado. Era a hora da execução! E o pior, eu já tinha conhecimento e sabia tudo que precisava para atingir um bom resultado.

Você consegue perceber como a Armadilha do Conhecimento se torna um ciclo? Muitas vezes as habilidades e as informações que já temos são suficientes para tirarmos muitos projetos da gaveta, mas ao invés disso, ficamos paralisados pela insegurança, buscando ainda mais conhecimento que nunca é, nem será, colocado em prática.

Excesso de conhecimento gera confusão mental e ainda mais insegurança!

Toda habilidade só se desenvolve de fato com conhecimento, prática e repetição. Uma informação só é realmente assimilada e transformada em conhecimento também através da repetição. Portando, de nada adianta inúmeras horas de estudo se você não conseguir desenvolver habilidades, praticar, testar, comprovar o que realmente funciona para você, descartar o que não funciona e obter RESULTADOS!

Sem a prática, grande parte de tudo que você leu, ouviu e assistiu hoje e nos últimos dias será esquecido e todo o tempo que dedicou se perderá.

Lembre-se sempre, o que as empresas realmente esperam de seus colaboradores é o mesmo que o seus clientes esperam de você… RESULTADOS! Não importa sua titulação acadêmica, onde estudou ou quantos cursos constam em seu currículo se não for capaz de atingir metas.

Busque o conhecimento, tudo sempre pode ser melhorado, mas nunca deixe de fazer algo por achar que não sabe o suficiente. Na maioria das vezes o necessário para sair do lugar já está dentro de você! A perfeição vem com o tempo…

Feito é melhor que perfeito.

Alexandre Espada concluiu o curso de Ciência da Computação no UNISAL Lorena em 2010. Atualmente é gerente de projetos.