Menu

Fichamento: o que é? Como fazer?

Fevereiro 6, 2018 - Cursos e Carreira
Fichamento: o que é? Como fazer?

Todo estudante costuma destacar com anotações, marcadores ou adesivos os pontos mais interessantes do material que está lendo – e o fichamento ajudará a fazer isso de maneira organizada. Dessa forma, quando você lembrar vagamente de um assunto que já leu, conseguirá localizar o material em questão com facilidade.

Para o dia a dia, o fichamento pode ser composto com seus próprios comentários e palavras, sintetizando os principais tópicos e as páginas nas quais esses conteúdos estão. Mas para um artigo científico ou Trabalho de Conclusão de Curso, é necessária a reprodução fiel em determinadas citações e o fichamento também pode incluir esses trechos originais para uso futuro.

O Curso de Teologia do UNISAL elaborou um material sobre formatação de trabalhos com os diferentes tipos de fichamentos – clique aqui e veja como fazer o seu, seja para um trabalho mais simples ou mesmo para um TCC.

E a ficha catalográfica?

Embora com nomes parecidos, a ficha catalográfica é usada somente ao concluir um trabalho acadêmico, para que ele seja incluso na biblioteca de sua Unidade/Campus. Dessa forma, os demais interessados poderão localizar este trabalho durante as pesquisas sobre os mesmos assuntos. Para ajudar nesta etapa, as Bibliotecas do UNISAL possuem um tutorial e um sistema para a geração de fichas catalográficas – acesse estes recursos clicando aqui.

Lembre-se dessas dicas: elas serão úteis para várias etapas de sua formação!