Curso de Formação Pedagógica para Graduados não licenciados

Americana / Maria Auxiliadora

  1. Duração do curso

    2 Semestres

  2. Turno das aulas

    Matutino e noturno

  3. Horário das aulas

    Das 7h50 as 11H30 e das 19h00 as 22h35

  4. Investimento

    562,00

Sobre a profissão

Professor é o profissional que trabalha na área de educação e ensino, ministrando aulas de diferentes disciplinas, mediante sua habilitação, seja no ensino fundamental, médio e médio técnico profissionalizante.

Sobre o Curso

Os cursos de Formação Pedagógica para Graduados não licenciados são destinados aos portadores de diploma de nível superior, (Bacharelado ou Curso Superior de Tecnologia), em conformidade com a Resolução n.º02/2015 , do Conselho Nacional de Educação, que desejam habilitar-se para o exercício da docência.

São oferecidas 10 licenciaturas:

  • Artes
  • Ciências Biológicas
  • Filosofia
  • Física
  • Geografia
  • História
  • Letras/Português
  • Matemática
  • Química
  • Sociologia

Objetivos

O curso de Formação Pedagógica para Graduados não licenciados tem como finalidade apresentar e aprofundar os saberes pedagógicos ao oferecer suporte teórico, prático e metodológico para a atuação na prática docente.

  • Formar docentes competentes e alinhados com as demandas mais complexas e contemporâneas de ensino.
  • Proporcionar um aprofundamento investigativo dos diversos problemas, desafios e avanços da escola, da educação e da sociedade do conhecimento.
  • Fortalecer as parcerias com as diretorias de ensino e de educação, com este centro de formação superior com reconhecida experiência no curso de Pedagogia, para a constituição de quadros de profissionais que estejam qualitativamente formados e envolvidos para atuar nas atividades docentes dos diferentes sistemas de ensino e instituições.
  • Destacar a docência como campo de atuação próprio dos licenciados, e, portanto, com especificidades de conhecimentos, de conteúdos e de práticas a serem desenvolvidas por meio da apropriação dos saberes pedagógicos.
  • Priorizar a profissionalização dos docentes baseando-se na resolução dos problemas e no tratamento dos desafios contemporâneos do espaço escolar, considerando as demandas da sociedade.
  • Enfatizar a perspectiva da formação dos profissionais da educação para a docência pela concepção do desenvolvimento profissional, que reconhece o valor imprescindível das práticas existentes no contexto de trabalho, na cultura dos sujeitos profissionais e na organização dos sistemas.
  • Fortalecer aspectos da atividade profissional docente que têm sido destacados contemporaneamente como fundamental para o exercício das atividades das instituições, sobretudo quando se refere ao trabalho de indicadores e instrumentos de avaliação, ao desenvolvimento do currículo e do projeto da escola e do tratamento das relações humanas no contexto professor-aluno.

Área de Atuação

Em conformidade com a legislação vigente o Curso de Formação Pedagógica para Graduados não licenciados tem por objetivo a formação de docentes no nível superior para as disciplinas que integram as quatro séries finais do ensino fundamental, o ensino médio e a educação profissional em nível médio.

Perfil do Egresso

O perfil desejado dos egressos do Curso de Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados do UNISAL – Unidade Americana – foi concebido a partir das orientações definidas no Projeto Pedagógico Institucional e nas Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN – que estabelecem a formação do profissional capacitado, tendo em vista as peculiaridades da contemporaneidade; o mercado de trabalho; as mudanças socioeconômicas e tecnológicas e a nova legislação que disciplina a formação pedagógica das licenciaturas.

O Curso projeta o perfil do educador alicerçado em sólida formação geral e humanística, capaz de analisar e articular conceitos, princípios e argumentos, mediante postura crítico-reflexiva que favoreça a interpretação e valoração dos fenômenos educacionais – sociais, bem como propicie espírito de trabalho em equipe, com sólidos conhecimentos teóricos e práticos, acadêmicos e sócio-políticos, capaz de ser solidário e apto para dialogar com profissionais de outras áreas do conhecimento.

Em linhas gerais podemos afirmar que o profissional formado no Curso de Formação Pedagógica, deve apresentar, como perfil profissiográfico, uma atuação orientada para a compreensão, para a análise e para a intervenção constante na realidade educacional Esta realidade deve ser entendida como um dos lócus primordiais da transformação social e humana. O Aluno, então, apresentará ao final do curso uma capacidade básica para realizar constantemente a articulação entre teoria e prática, entendendo que esta não é uma relação direta, mas que se concretiza através de mediações.

Estrutura Curricular

O curso terá duração de 1220 (hum mil, duzentos e vinte horas) distribuídas na forma que está disposto:

– 720 h de atividades presenciais formativas, vinculadas às disciplinas da matriz curricular do curso, na forma de aulas regulares;

– 300 h destinadas ao cumprimento do estágio supervisionado e prática de ensino vinculadas às atividades desenvolvidas em espaços escolares e que impliquem o exercício dos saberes pedagógicos;

– 200 h destinadas as atividades teórico-práticas, sob orientação de docentes do curso.

O currículo do curso é composto pelas disciplinas de sua matriz curricular e pelas atividades reais realizadas no estágio supervisionado e nas práticas teórico-práticas possibilitando o exercício das categorias apresentadas como capacidades desejadas para o egresso.

As competências necessárias ao desempenho profissional do licenciado estão organizadas para atender os 3 Núcleos propostos pelas DCN e pela Resolução 02/2015:

  • I – Núcleo de estudos de formação geral, das áreas específicas e interdisciplinares, e do campo educacional, seus fundamentos e metodologias, e das diversas realidades educacionais.
  • II – Núcleo de aprofundamento e diversificação de estudos das áreas de atuação profissional, incluindo os conteúdos específicos e pedagógicos, priorizadas pelo projeto pedagógico em sintonia com os sistemas de ensino, atendendo às demandas sociais.
  • III – Núcleo de estudos integradores para enriquecimento curricular, compreendendo a participação em seminários e estudos curriculares e atividades práticas articuladas.

Corpo Docente

ALVARO JOSÉ PEREIRA BRAGAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/7343774715651529
ANDERSON LUIZ BARBOSAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/3818426346634280
ANTÔNIO CARLOS MIRANDAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/6348134647971221
BRÍGIDA QUEIROZ PIMENTELHTTP://LATTES.CNPQ.BR/9623960071695803
DEBORA REGINA B BARBOSAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/7343774715651529
FABIANA SOUSAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/5404495094571654
FRANCISCO EVANGELISTAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/3365546609543722
HOMERO TADEU COLINASHTTP://LATTES.CNPQ.BR/6078761420211201
JOÃO BATISTA DOS SANTOSHTTP://LATTES.CNPQ.BR/2013322719650344
MARTA MANCINIHTTP://LATTES.CNPQ.BR/1145169645193306
REGIANE ROSSI HILKNERHTTP://LATTES.CNPQ.BR/3731964000794601
REGINA APARECIDA PENACHIONIHTTP://LATTES.CNPQ.BR/5404495094571654
RENATA SIEIRO FERNANDESHTTP://LATTES.CNPQ.BR/9442590455789681
SEVERINO ANTÔNIO BARBOSAHTTP://LATTES.CNPQ.BR/0932151533285614
VALÉRIA VASCONCELLOSHTTP://LATTES.CNPQ.BR/9609054896546584

Emprego e Estágio

A formação prática é adquirida no curso a partir de uma perspectiva de integração com os conteúdos nas disciplinas conceituais. A formação prática deve ser oferecida para viabilizar o aprendizado prático e que ocorra ao longo de um processo em que o aluno, efetivamente, desenvolva um perfil ativo frente aos conhecimentos agregados. As diferentes modalidades a que é exposto permitem ao aluno que vá consolidando sua personalidade profissional e testando suas habilidades próprias e inclinações pessoais frente a carreira docente. Muitas das habilidades requeridas pelo egresso são também adquiridas ao longo da experiência vivida durante a prática obrigatória.

A atividade de estágio supervisionado que fica regulamentada no presente curso terá como finalidade, para além do atendimento da exigência legal:

I – A articulação entre a fundamentação teórica que apoia o curso, e a análise das situações práticas do cotidiano;

II – A aproximação com a prática profissional daqueles que em diferentes ofícios já desenvolvem atividades de docência na escola;

III – A discussão acerca do sentido pedagógico que deve preponderar na formação e na atuação dos educadores;

IV – Vivenciar as situações cotidianas que se fazem presentes no trabalho dos docentes construindo instrumentos de trabalho para a devida intervenção;

V – Reconhecer e socializar experiências exitosas que marcam a atividade profissional dos educadores no espaço formal de ensino.

Aos alunos que já exercem atividade docente há a possibilidade de convalidação da prática mediante comprovação de efetivo exercício no magistério.

Projetos/Serviços

Projeto de Ação Educativa (PAE)
Foi elaborado de forma diferenciada relacionando teoria, pesquisa e pratica extensionista atendendo o perfil do profissional da educação disposto nas Diretrizes Curriculares que indicam a necessidade de formar o educador que seja capaz de implantar propostas de intervenção na educação formal e não formal, exercitando as competências e as habilidades para investigar, planejar, executar e avaliar projetos educativos que favoreçam a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem.

Seminários Integradores (SI)
Os alunos devem obrigatoriamente participar ao longo do curso dos Seminários Integradores que serão ofertados em horários diferenciados das aulas e abertos a comunidade. O objetivo é propiciar uma formação mais sólida no campo da Pesquisa e Extensão e, ao mesmo tempo, debater temas atuais da educação através de mesas redondas, assim como de palestras proferidas por professores da Instituição e/ou Professores e Profissionais da Área da Educação e outras atividades acadêmicas de mesmo caráter.

Avise-me