Acompanhamento Pastoral: criando empatia com crianças, adolescentes, jovens, adultos e pessoas idosas

São Paulo / Pio XI

  1. Duração do curso

    28h
    De 16 de março a 29 de junho de2018

  2. Turno das aulas

    Vespertino

  3. Horário das aulas

    Sextas-feiras
    15h10 às 16h50

  4. Investimento

    3x R$ 129,90

Justificativa

Os padres e agentes de pastoral precisam muitas vezes trabalhar pastoralmente com segmentos diversos numa comunidade. Visando oferecer instrumentos teóricos e práticos, este curso de extensão propõe a reflexão sobre a dimensão biopsicossocial das diversas categorias de pessoas que participam das comunidades. Entender a realidade das crianças, dos adolescentes, jovens, adultos e idosos propiciará caminhos para criação da empatia, linguagem e psicologia específicas e favorecer, assim, os trabalhos de evangelização com cada público.

Objetivos

1. Refletir a genealogia das idades, estudando a psicologia e o desenvolvimento biológico e social das crianças, adolescentes, jovens, adultos e pessoas idosas; 2. Oferecer reflexão teórica e prática sobre o desenvolvimento humano e as necessidades de cada faixa etária; 3. Apresentar caminhos e técnicas para a compreensão das diversas realidades de pessoas existentes nas comunidades e os melhores caminhos para estabelecer uma relação próxima com elas; 4. Permitir a troca de experiências pastorais para cada público existente nas comunidades.

Pré-requisitos e público-alvo

Estudantes de Teologia e interessados.

Método de Ensino

Aulas expositivas. Leitura de textos, análise de fenômenos, utilização de filmes sobre a realidade de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos para compreender seus momentos de vida. Partilha de experiências pastorais e estratégias para a conquista de uma linguagem adequada a cada faixa etária.

Conteúdo

1. Entender o conceito de Psicologia Pastoral; 2. Apresentar os elementos biopsicossociais de cada faixa etária refletida no curso; 3. Apresentar os pronunciamentos principais do Magistério da Igreja sobre as várias fases da vida; 4. Compreender os fenômenos psicológicos e as necessidades das várias faixas etárias; 5. Aprendizado de técnicas, dinâmicas e estratégias pastorais para cada público específico; 5. Troca de experiências pastorais e levantamento de novas estratégias para a evangelização.